Gaeco cumpre dezenas de mandados de prisão e apreensão em municípios do Oeste

Operação investiga fraudes em licitações e outros crimes contra a administração pública

Por Oeste Mais

19/08/2015 13h19 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Lages deflagrou na manhã desta quarta-feira, dia 19, a operação ?Resposta Certa?. Promotores de justiça e policiais dos Gaecos de Lages, Florianópolis, Itajaí, Criciúma, Joinville e Chapecó, com o apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP), estão cumprindo dez mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão.

Os mandados, expedidos pelo Judiciário da comarca de Tangará, estão sendo cumpridos nos municípios catarinenses de Ibiam, Campos Novos, Videira, Herval d?Oeste, Joaçaba, Luzerna, Chapecó e Xanxerê, segundo informou a assessoria de comunicação do Ministério Público de Santa Catarina.

A Promotoria de Justiça da comarca de Tangará e o Gaeco de Lages investigam supostos crimes de fraudes em licitações e crimes contra a administração pública, especialmente corrupção, com a participação direta de servidores públicos da Prefeitura de Ibiam, que agiam, segundo a investigação, em conjunto com empresários da região.

De acordo com o Gaeco, o esquema, liderado por um agente público, operava também fraudes em concursos públicos, privilegiando determinados candidatos e apadrinhados políticos, mediante o repasse de gabaritos, fato que inspirou o nome da operação em curso.

O Gaeco é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Secretaria Estadual da Fazenda. Mais informações sobre o caso deverão ser fornecidas em uma entrevista coletiva marcada para o final da tarde desta quarta no Fórum de Tangará.



COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.