Colombo anuncia recursos para municípios atingidos pelas chuvas em visita ao Oeste

Governador esteve em cidades neste final de semana

Por Oeste Mais

19/07/2015 11h03 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O governador Raimundo Colombo, acompanhado do secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, e do adjunto Rodrigo Moratelli, visitou neste sábado, dia 18, os municípios de Chapecó, Saudades, Maravilha e Coronel Freitas, no Oeste do Estado. Em Chapecó, Colombo anunciou a liberação de recursos para reconstrução de pontes e pontilhões, com o uso de kits de transposição, e em Coronel Freitas, recursos para ajudar na reconstrução da cidade e casas modulares.

“Estamos conseguindo liberar o trânsito em quase todas as rodovias e assim vencendo mais uma etapa. Agora vamos agilizar na liberação dos recursos para a construção de pontes que foram levadas pela força das águas, deixando comunidades e linhas de produção no interior ilhadas. Também vamos construir casas modulares, as mesmas usadas em Xanxerê”, destacou o governador.

Colombo explica que a cabeceira das pontes é construída em parceria com as prefeituras e depois o restante da estrutura fica pronta em um dia. “Essa é uma prioridade e em estrutura pré-moldada de concreto, a montagem é bem rápida”.

Os kits de transposição são montados nos municípios em situação de emergência com laudo após visita técnica dos coordenadores regionais. O custo é 50% mais baixo e são necessários cerca de duas horas para montar.

Para os municípios atingidos será assinada, na próxima segunda-feira, 20, uma medida provisória liberando o acesso ao crédito para os empresários atingidos. Os valores serão disponibilizados sem juros e com carência. Outra ação é a prorrogação do ICMS por 60 dias e a construção de casa modulares.

Em Coronel Freitas Colombo assinou o decreto de calamidade pública e anunciou a conclusão da pavimentação da SC-157, que corta a cidade, e a antecipação de R$ 700 mil do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), para revitalização da Avenida Santa Catarina, no Centro da cidade . “Essa rodovia passa pela avenida no centro do nosso município e com os recursos do Fundam vamos deixar ela nova e iluminada, sem esse estado de pós-enchente”, comentou o prefeito Mauri José Zucco.

Ao todo foram 54 municípios atingidos, 22 decretos de situação de emergência, três de estado de calamidade pública 13,5 mil pessoas afetadas, dois óbitos, oito feridos, 1.421 desalojados, 62 desabrigados, 1.251 residências destruídas, 85 empresas danificadas ou destruídas, 41 instalações públicas destruídas incluindo escolas e hospitais, 582 estruturas públicas incluindo pontes destruídas ou danificadas.

“Não quero que nenhum cidadão perca o emprego e que empresas fechem suas portas. Também não quero ver famílias ilhadas e com sua produção parada por falta de pontes”, disse Colombo.

Também participaram dos encontros o secretário regional de Chapecó, Américo do Nascimento Jr; a secretária regional de Seara, Gládis Regina Bizolo dos Santos; o prefeito de Chapecó, Claudio Caramori e o vice Luciano Buligon; o prefeito de Coronel Freitas, Mauri José Zucco; o prefeito de Caxambú do Sul, Wilmar Foppa; e os vice-prefeitos de Planalto Alegre, Juarez Bett; e de Guatambú, Vera Zandavali.





COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.