População pode enviar donativos às vítimas atingidas por tornado no Oeste

Contas bancárias também foram disponibilizadas pelos municípios de Ponte Serrada e Xanxerê

Por Oeste Mais

22/04/2015 16h58 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Secretaria Estadual de Defesa Civil informou na tarde desta quarta-feira, dia 22, que a princípio não está fazendo campanha de doações para os atingidos pelo tornado e fortes vendavais em Xanxerê e Ponte Serrada na segunda-feira, dia 20. Na distribuição de doações, as Secretarias Municipais da Assistência Social dos municípios estão envolvidas.

O secretário adjunto da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, disse que as prioridades estão sendo atendidas com recursos do Estado e da União, e todo o efetivo envolvido está atuando no cenário de desastre. “As campanhas de doações demandam uma estrutura de seleção dos materiais recebidos, o que atrasa a operação. O governo do estado já possui uma estrutura de fornecimento de itens de assistência humanitária, que foi acionada para atender o evento. Na distribuição de atividades coube a Xanxerê e Ponte Serrada, por meio da Assistência Social, a gestão das doações”.

O secretário da Assistência Social de Xanxerê, Amélio Radaelli, disse que a Secretaria da Assistência Social do município de Xanxerê é a responsável pelas doações. Conforme ele, elas podem ser entregues na própria Secretaria, no Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi, no Centro Comunitário da Igreja Matriz, no ginásio da EEB Costa e Silva e com depósitos bancários no Banco do Brasil, agência 0586-X, conta 2015-X.

Em Ponte Serrada as doações estão sendo recebidas na secretaria da Assistência Social, junto à Prefeitura. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (49) 3435-0122. Os interessados em fazer doações em dinheiro podem realizar os depósitos bancários na agência 2479-1 do Banco do Brasil, conta 13881-9, em nome da Defesa Civil de Ponte Serrada.

Orientações para as doações:

- Os alimentos devem estar dentro do prazo de validade; não perecíveis; observar a integridade da embalagem.
- Colchões, roupa de cama e travesseiros devem estar limpos e em bom estado de conservação e prontos para serem utilizados.
- Roupas e calçados devem estar limpos e em condições de uso; não podem estar rasgadas ou danificadas; os calçados devem estar completos, amarrados juntos; a numeração dever ser marcada com caneta.
- Os utensílios domésticos precisam estar funcionando e em bom estado de conservação. Produtos de limpeza não devem ser acondicionados com alimentos e roupas para evitar contaminação.
- Materiais de construção também são solicitados.



COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.