Motoristas que deixaram paralisação em Xanxerê estacionam em Ponte Serrada

Manifestantes atearam fogo em pneus e estão convidando condutores a não seguir viagem

Por Redação Oeste Mais

24/02/2015 21h35 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A ação policial praticada na tarde desta terça-feira, dia 24, levou dezenas de motoristas de caminhões e carretas a deixarem o ponto de paralisação em Xanxerê e seguir viagem pela BR-282. Mas o percurso não foi longo. Muitos caminhoneiros pararam em Ponte Serrada e se aglomeram nos postos de combustíveis do município.

Os manifestantes inclusive atearam fogo em pneus sobre a pista na noite desta terça, mas o trânsito segue normalmente pela BR-282. Eles se concentram em grupos em um ponto próximo ao trevo principal da cidade, pouco depois da rótula, sentido a Irani, nos pátios de dois postos de combustíveis.

Os caminhoneiros começaram a montar pontos de bloqueio ainda na última quarta-feira, dia 18, com os manifestos se estendendo para vários estados ao passar dos dias. De acordo com o último levantamento, até a noite desta terça havia pelo menos 32 pontos de paralisação em Santa Catarina.

Apesar de não haver obstrução, os poucos caminhoneiros que passam pelo trecho são convidados a parar, com muitos estacionando. O motorista de um caminhão carregado de combustível, que faria entrega em Faxinal dos Guedes, não quis interromper a viagem, mas foi forçado pelos manifestantes a parar o veículo.

As principais reivindicações da classe são a revisão do preço do diesel, que ao valor atual encarece e inviabiliza o frete, melhorias nas estradas e outras exigências. Não há previsão para o término do movimento.





COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.