Suspeita de contaminação de córrego faz empresa cancelar abate de suínos

Carreta com carga de óleo tombou e pode ter contaminado água

Por Redação Oeste Mais

15/01/2015 10h39 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Aurora Alimentos de Chapecó suspendeu o abate de suínos após a suspeita de contaminação da água utilizada no processo de produção. A suspensão ocorreu nesta quarta-feira, dia 14, quando houve a retirada de uma carreta carregada de combustível que capotou no contorno viário e pode ter contaminado o córrego da região. O acidente foi registrado na tarde de terça e causou a morte de Avelino Schneider, de 57 anos.


De acordo com a empresa, dos 1,7 mil funcionários, 130 pararam as atividades de produção devido ao problema. Na unidade de Chapecó são abatidos 2,1 mil suínos por dia. A companhia ainda não tem previsão para o retorno das atividades de abatimento.


A Polícia Militar Ambiental acompanhou a retirada do caminhão tombado por causa do risco à vegetação e contaminação da água. Segundo o órgão, o óleo diesel caiu na água e foram retiradas amostras do líquido para análise. O laudo que vai apontar se houve contaminação no córrego deve sair em até dez dias. Engenheiros sanitários também acompanharam os trabalhos de remoção do veículo.

G1 / SC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.