Ponteserradense conquista título individual em taça nacional de bolão 23

Vanderlei Romanini foi “Braço de Ouro” da Taça Brasil de Clubes 2019, disputada no final de semana no PR

Por Jhonatan Coppini

22/07/2019 10:32



Vanderlei Romanini recebendo o troféu de “Braço de Ouro” da Taça Brasil de Clubes 2019 (Fotos: Arquivo Pessoal)

O ponteserradense Vanderlei Romanini (Vandi) levantou neste final de semana o maior troféu individual que um jogador de bolão 23 pode conquistar no país. Na disputa da Taça Brasil de Clubes 2019, em Medianeira (PR), o atleta de 46 anos foi “Braço de Ouro”, encerrando o torneio como o maior pontuador.

 

A final reuniu quatro equipes de Santa Catarina, quatro do Rio Grande do Sul e outras quatro do Paraná. Vandi defendeu o Glória, de Joinville. O time ficou em quinto lugar, mas ele teve desempenho de campeão. Nas quatro partidas, dos 720 pontos possíveis, fez 701, fechando com média de 175,25 pontos por jogo.

Maiores pontuadores na grande final do torneio (Fotos: Arquivo Pessoal)

“É difícil, tu vai numa cidade que nunca jogou, os caras tinham mexido nas pistas, lixado as pistas. Tu chega lá, não existe favorito, e eu consegui”, comemorou. “Como eles brincavam lá, ‘no jeitinho ponteserradense’, consegui jogar nas pistas que eram muito difíceis”, completou.

 

As disputas ocorreram entre sexta-feira e domingo, dia 21. “Os atletas que eram os melhores do Brasil chegaram a perder 20 palitos em uma partida só. Eu perdi 19 em toda a competição”, vibrou o jogador, que está no bolão há mais de 20 anos e já acumula outros dois títulos brasileiros por equipe, além de um “Braço de Bronze” (terceiro maior pontuador) em 2014.




COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.