Conmebol lança candidatura conjunta de quatro países para sediar Copa do Mundo de 2030

Mundial vai marcar o aniversário de 100 anos da realização da primeira Copa, em 1930, no Uruguai

Por Redação Oeste Mais

03/08/2022 13h34 - Atualizado em 03/08/2022 13h34



Candidatura foi lançada oficialmente nesta semana (Foto: Divulgação)

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) lançou nesta terça-feira, dia 2, a candidatura conjunta de Uruguai, Argentina, Chile e Paraguai como candidatos a sediar a Copa do Mundo de 2030. O ano vai marcar a passagem do centenário do Mundial, que teve a primeira edição em 1930, no Uruguai.

 

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, participou do evento realizado em Montevidéu, capital do Uruguai, junto com autoridades nacionais e esportivas dos países aliados.

 

“Ao fazer 100 anos, o Mundial deve voltar a sua casa original, a América do Sul. Temos que honrar a memória daqueles que acreditaram sempre e apostaram pela primeira vez na organização de uma Copa do Mundo neste continente”, declarou Alejandro.

 

“Esta proposta me deixa muito orgulhoso, porque nos ensina a jogar em equipe, e isso foi muito bem compreendido pelos três países que se juntaram ao Uruguai, que é a nação simbólica por sediar e ser o berço do que conhecemos hoje como a maior festa do futebol”, completou.

Reunião com representantes dos quatro países (Foto: Divulgação)

A Copa do Mundo deste ano acontece no Catar e o Mundial de 2026 será organizada por Estados Unidos, México e Canadá, o primeiro com três países em conjunto e 48 seleções na disputa.

 

Em quase 100 anos de história, a maioria das Copas do Mundo aconteceu na Europa. Antes do Mundial de 2014, no Brasil, a última edição na América do Sul tinha sido em 1978, na Argentina.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.