Atleta de Uganda conquista ouro nos 3.000m com obstáculos, prova disputada por ponteserradense

Pertuh Chermutai, de apenas 22 anos, ficou em primeiro lugar na final realizada nesta quarta-feira

Por Redação Oeste Mais

05/08/2021 14h19 - Atualizado em 05/08/2021 14h20



Pertuh Chermutai é ouro nos 3.000m com obstáculos (Foto: AFP)

A atleta Pertuh Chermutai, de Uganda, conquistou a medalha de ouro na final dos 3.000 metros com obstáculos disputada nesta quarta-feira, dia 4, nas Olimpíadas de Tóquio — prova que Simone Ponte Ferraz disputou as eliminatórias no último final de semana.

 

Aos 22 anos, Chermutai fechou a corrida com o tempo de 9min01seg45. A medalha de prata foi conquistada pela americana Courtney Frerichs (9:04.79), enquanto a queniana Hyvin Kiyeng (9:05.39) levou o bronze.

 

Campeã mundial dos 3.000 metros com obstáculos, a queniana Beatrice Chepkoech, dona do recorde mundial (8:44.32) desde 2018, terminou a prova na sétima posição, com o tempo de 9:16.33.

Simone disputa eliminatórias dos 3.000m com obstáculos nas Olimpíadas de Tóquio (Foto: (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

Na prova eliminatória do último sábado, dia 31, Simone competiu com 41 atletas, ficando na 38ª posição na classificação geral, com o tempo de 10min00s92. “Fiquei em 38° do mundo", comemorou.

 

A bateria da atleta natural de Ponte Serrada reuniu adversárias de peso no cenário mundial, como Emma Coburn (EUA) – 8ª do mundo e bronze nas Olimpíadas do Rio; Peruth Chemutai (Uganda) – 2ª do mundo; Geneviève Lalonde (Canadá) – 21ª do mundo e campeã Panamericana; Purity Cherotich Kirui (Quenia) – 14ª do mundo; Lomi Muleta (Etiópia) – 11ª do mundo; além de outas atletas de respeito representando China, Irlanda, Etiópia, Alemanha, Ucrânia, Australia, Tunísia, Baren e Argentina.

 

"Paris é logo ali. Quero estar muito mais preparada em Paris, daqui a três anos”, garantiu Simone em entrevista ao SporTV logo depois da prova.  “Podem ter certeza que vocês vão ouvir o nome de Simone Ponte Ferraz muitas vezes, se Deus quiser, nos jogos de Paris”, completou.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.