Jamaicana conquista ouro e quebra recorde olímpico de 33 anos nos 100m rasos

Elaine Thompson-Herah fez a prova mais rápida do atletismo em 10s61, tendo ainda duas colegas do país conquistando a prata e o bronze

Por Oeste Mais

31/07/2021 14h15



Elaine Thompson-Herah comemora o bi dos 100m rasos nas Olimpíadas (Foto: Cameron Spencer/Getty Images)

Elaine Thompson-Herah tornou-se a mulher mais rápida do mundo na manhã deste sábado, dia 31, nas Olimpíadas de Tóquio. A jamaicana de 29 anos correu os 100m rasos em 10s61. A prova é a mais rápida do atletismo e uma das mais clássicas da modalidade.

 

A atleta, que já tinha sido campeã nas Olimpíadas do Rio em 2016, não só conquistou o ouro como quebrou o recorde olímpico neste ano. A marca já durava 33 anos e pertencia à americana Florence Griffith Joyner.

 

Florence fez a prova em 10s62 nas Olimpíadas de Seul, em 1988. No mesmo ano, cravou o recorde mundial, em 10s49. A marca até hoje  não foi superada. A americana morreu em 1998.

 

Na prova deste sábado, outras duas jamaicanas ficaram com a prata e o bronze nos 100m rasos das Olimpíadas de Tóquio. Shelly-Ann Fraser-Pryce foi a vice-líder e Shericka Jackson chegou na terceira colocação.

Elaine Thompson-Herah bateu recorde olímpico ao correr 100m rasos em 10s61 (Foto: Martin Rickett/PA Images via Getty Images)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.