Hercílio Luz é condenado e Chape pode ter que jogar de novo quartas de final do Catarinense

Com perda de três pontos na fase classificatória, quem se classificaria para mata-mata é o Figueirense

Por Oeste Mais

04/05/2021 22h49 - Atualizado em 04/05/2021 22h49



O Hercílio Luz foi condenado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Santa Catarina (TJD-SC) a perda de três pontos na tabela e R$ 15 mil de multa, a serem pagos em 15 dias, pela escalação irregular de um jogador, ainda na primeira fase do Campeonato Catarinense.

 

Com a decisão da noite desta terça-feira, dia 4, por dois votos a um, a Chapecoense, que venceu o Hercílio Luz nas quartas de final da competição, pode ter que jogar de novo, já que na fase de classificação, pela perda dos três pontos, quem se classifica no lugar do time de Tubarão é o Figueirense.

 

A decisão fica por conta da Federação Catarinense de Futebol (FCF), que pode remarcar as partidas do Catarinense. Em nota, a Chapecoense comunicou que está avaliando o resultado do processo e que "adotará todos os mecanismos jurídicos necessários para resguardar seus direitos e respeitar o resultado conquistado dentro de campo".

 

Entenda

 

Em partida entre Brusque e Hercílio Luz no dia 10 de abril deste ano, pela primeira fase do Catarinense, o lateral-direito Alisson teria sido escalado de forma irregular, isso porque ele foi condenado no dia 6 de abril a uma partida de suspensão em virtude de julgamento do processo 014/2021.

 

O atleta foi expulso na final da Série B do Catarinense de 2020 e aguardava julgamento pelo cartão vermelho, que ocorreu em 6 de abril. Ele deveria cumprir um jogo de suspensão. No entanto, atuou por sete minutos no dia 10 do mês passado.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.