Saúde regulamenta competições de futebol em SC

Portaria impõe série de regras para a volta do futebol profissional do estado

Por Oeste Mais

07/07/2020 09h53 - Atualizado em 07/07/2020 10h00


Catarinenses recomeça nesta quarta-feira (Foto: Leonardo Hübbe/CA Tubarão)

A portaria 466, que regulamenta as competições de futebol profissional em Santa Catarina e permite a retomada dos jogos, desde que atenda regras sanitárias rígidas e específicas, foi assinada nesta segunda-feira, dia 6, pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

 

Segundo as regras, não será permitida a presença de público nos estádios, os clubes deverão atuar com número reduzido de funcionários em dias de jogos e está proibida qualquer tipo de aglomeração de torcedores e torcidas organizadas.

 

>> Confira na íntegra a portaria nº 466

 

As conversas com os clubes de futebol já eram feitas há semanas com representantes médicos das entidades. A portaria cita também que todos os atletas e trabalhadores devem ser submetidos à avaliação antes de cada treino e jogo, limita o uso de áreas comuns e requer avaliações médicas constantes. A regulamentação também proíbe acesso ao gramado de integrantes da imprensa que não sejam os cinegrafistas das emissoras detentoras das transmissões.

 

Além de não ter a presença de público nos jogos, só poderão estar nos estádios atletas, dirigentes e profissionais que trabalham diretamente com o evento, como imprensa e segurança privada. Não será permitida aglomeração no entorno dos estádios, bem como o comércio de bebidas alcoólicas e ambulantes.

 

O Campeonato Catarinense retorna nesta quarta-feira, dia 8, com as partidas de ida das quartas de final. Serão dois jogos nesta quarta e outros dois na noite de quinta-feira, dia 9.

 

Quartas de final do Catarinense

 

8 de julho, 19h - Criciúma x Marcílio Dias

8 de julho, 20h30 - Chapecoense x Avaí

9 de julho, 15h - Juventus X Figueirense

9 de julho, 19h - Joinville x Brusque

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.