Goleiro da Chapecoense é pego no exame antidoping e recebe suspensão preventiva

João Ricardo foi flagrado com substância irregular no jogo contra o Mixto, pela Copa do Brasil

05/04/2019 11h41 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



João Ricardo está suspenso preventivamente (Foto: Márcio Cunha/Chapecoense)

O goleiro João Ricardo foi flagrado no exame antidoping e está suspenso preventivamente. O atleta da Chapecoense teve constatada a presença de uma substância proibida na amostra de urina coletada diante do jogo contra o Mixto, dia 6 de março, pela Copa do Brasil.

 

O clube não informou a substância encontrada na urina do jogador. Chapecoense e João Ricardo solicitaram a abertura da Amostra B do exame de urina e aguardam o resultado da contraprova. Até a resolução, o goleiro está suspenso e não pode defender a equipe.

 

Contratado nesta temporada, João Ricardo esteve presente em 16 partidas da temporada e sofreu 16 gols.

 

Para a reta final do Campeonato Catarinense e o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, o técnico Ney Franco tem como principal opção para o gol o jovem Tiepo. Igor Campos também é alternativa. Elias, mais experiente, está machucado.

 

No elenco do Verdão, Moisés Ribeiro cumpre suspensão por uso de corticoide, proibido pela Agência Mundial Antidopagem, a WADA. O volante foi flagrado em fevereiro do ano passado, na Libertadores.

Do Globo Esporte


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.