Chapecoense se aproxima de acerto com Seijas, do Internacional

Meia pode suprir uma das principais carências do atual elenco do Verdão do Oeste

Por Oeste Mais

03/05/2017 12h46 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Chapecoense pode estar próxima de conseguir suprir uma das principais carências no atual elenco. A tão esperada vinda de um meia armador deverá ocorrer com a chegada de Seijas, atualmente no Internacional. O clube ainda não confirma o acerto, mas o diretor-executivo Rui Costa admite a negociação.

 

As conversas começaram há cerca de um mês e o maior obstáculo para a concretização da negociação do empréstimo seria o alto salário que o jogador recebe no Internacional. Segundo fontes da Chapecoense e também no Internacional, o clube catarinense não teria interesse no atleta se tivesse que arcar com o valor integral, condição imposta pelos gaúchos.

 

De acordo com fontes ligadas aos dois clubes, tanto Inter como a Chapecoense teriam entrado em um acordo sobe os vencimentos do jogador e a negociação estaria quase concretizada, somente com alguns detalhes restantes a serem discutidos.

Seijas pode ser emprestado pelo Internacional para jogar Série A pela Chapecoense (Foto: Ricardo Duarte/Inter)

Tudo indica que a negociação será finalizada após as finais dos estaduais em que os clubes estão envolvidos. No próximo domingo o Internacional encara o Novo Hamburgo e a Chapecoense o Avaí, pelo segundo jogo das finais do Gauchão e do Catarinense, respectivamente.

 

+ Chapecoense pode levantar dois troféus em quatro dias

+ Ingressos para Chapecoense e Avaí ficam entre R$ 60 e R$ 200

 

Seijas tem 30 anos, foi contratado no ano passado como 'substituto de D'Alessandro'. Custou aos cofres do Internacional perto de 450 mil dólares (R$ 1,4 milhão) e assinou até o meio de 2019. Passou a defender o Colorado a partir da abertura da janela de transferências internacionais do ano passado e empolgou logo de cara.

 

Foram boas partidas e gols, mas uma curiosa ida para o banco de reservas com Celso Roth no comando. Independente da forma mostrada em campo, o treinador não dava sequência ao venezuelano, que terminou o ano do rebaixamento como suplente.

 

Começou 2017, porém, renovado. Era a oportunidade de mostrar serviço ao novo comandante, Antonio Carlos Zago. Só que desta vez faltaram boas atuações. Com jogos irregulares, Seijas retornou à condição passada e chegou até a ser preterido do time reserva em algumas ocasiões. Disputou seis partidas neste ano e não marcou gols.

Com informações do UOL


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.