Unoesc arremata estrutura da Celer Faculdades por quase R$ 4,6 milhões

Estrutura física e terreno foram leiloados por decisão judicial em decorrência de ações trabalhistas movidas por professores

Por Oeste Mais

13/09/2018 09:56 - Atualizado em 13/09/2018 10:04


A Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) de Xanxerê arrematou pelo valor de R$ 4.590.000 a estrutura física e o terreno da Celer Faculdades e do Colégio Geração Celer de Xaxim. A área de 2.637 m2 foi a leilão nesta quarta-feira, dia 12, depois de uma decisão judicial motivada por ações movidas por professores, envolvendo dívidas trabalhistas.

 

Segundo a assessoria de comunicação da Unoesc Xanxerê, contando a partir desta quarta-feira, a Justiça do Trabalho tem cinco dias para validar o lance feito pela Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina (Funoesc). Ainda segundo a assessoria, o lance é apenas para o arremate da estrutura física, sem definições quanto ao que envolve a parte pedagógica dos cursos da Celer Faculdades e das aulas do Colégio Geração Celer.

 

“Não é um processo ainda definido, depende ainda da Justiça se manifestar, não se tem ainda muita informação segura. Assim que a Justiça se manifestar, sendo favorável, nós estaremos divulgando novas informações. Até isso não acontecer, ainda pode mudar tudo, então é prematuro fazer qualquer declaração neste momento”, disse o professor Genesio Téo, presidente da Funoesc, ao site Tudo Sobre Xanxerê.

Justiça ainda tem cinco dias para validar lance de arremate da Celer (Foto: Divulgação)

A estrutura abriga laboratórios dos cursos de Biomedicina e Engenharia Ambiental e Sanitária (química, microscopia e análises clínicas), ginásio de esportes, laboratórios de informática e específicos, como os laboratórios do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, de Comunicação Social, Direito e Psicologia. Possui ainda dois auditórios, um com espaço para 200 pessoas e outro para 100 pessoas. Fazem parte também da estrutura as salas de aula do Colégio Geração Celer, que aluga o espaço para o ensino infantil e fundamental.

 

O sócio-proprietário e presidente da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (Facisa) Celer Faculdades, Idacir Antônio Orso, falou ao final de agosto ao site DataX que a universidade teria a estrutura leiloada por conta de dívidas trabalhistas, mas não deu detalhes sobre o caso.

 

A Celer Faculdades possui 11 cursos de graduação e pós-graduação. Também fazem parte da estrutura as salas de aula do Colégio Geração Celer, que aluga o espaço para o ensino infantil e fundamental. Na sua página na internet, a universidade divulgou uma nota oficial sobre a atual situação. O documento é assinado pelo presidente Idacir Antônio Orso.

 

Leia na íntegra

 

“A Celer Faculdades em quase duas décadas se dedicou a fomentar educação superior com qualidade e excelência. Neste último ano, desenvolveu novos cursos, ampliando o atendimento em nível de especialização e manifestando constantemente seu prestigio a comunidade. Contudo, assim como toda empresa, a Celer passa por crises. Logo, como é sabido nossa instituição, movido pela crise que se instaura também no país, enfrentou ações jurídicas que comprometeram o domínio da estrutura física, mas não se direciona ao campo dos cursos ofertados. Neste sentido, a Instituição estará se reorganizando, por tal, pedimos que confiem uma vez mais no potencial da Celer e, salientamos que todas as decisões tomadas serão comunicadas. Assim, em momento algum, estudantes, professores ou funcionários serão prejudicados. Contamos com a compreensão e pedimos que aguardem novas informações.”


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.