Proerd forma turma com mais de 70 alunos em Passos Maia

Estudantes receberam certificados de conclusão do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência

Por Oeste Mais

05/12/2018 14:53 - Atualizado em 05/12/2018 15:07


Estudantes de várias escolas de Passos Maia se formaram no Proerd (Foto: Cleiton Luiz)

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) formou na noite desta terça-feira, dia 4, uma turma de 77 alunos que participaram das atividades desenvolvidas pelo projeto ao longo deste ano. A cerimônia reuniu centenas de familiares no Centro Comunitário de Passos Maia.

 

O programa instruiu em 2018 estudantes da Escola Nossa Senhora Aparecida, do Assentamento Zumbi dos Palmares; Escola Duque de Caxias, da Linha Indumel; Escola Maria Francisca Maciel, da comunidade Tozzo; e Escola Professora Coralia Gevaerd Ollinger, do Centro da cidade.

 

Além de receberem os diplomas de conclusão do Proerd, os alunos concorreram a uma bicicleta doada pelos vereadores do município. No sorteio ao final da solenidade, o estudante Willian José de Souza krestzler ganhou o presente.

Estudante Willian José de Souza krestzler ganhou sorteio de bicicleta (Foto: Cleiton Luiz)

“Quero parabenizar os alunos que hoje estão se formando e agradecer de coração a esse belo trabalho que a Polícia Militar vem fazendo, nos ajudando na educação das nossas crianças e na resistência às drogas. É muito melhor fazermos a prevenção do que a repressão, e nesse sentido, estamos no caminho certo”, avaliou o vice-prefeito Edemar Michelon.

 

“O Proerd é muito importante porque ensina os pré-adolescentes a dizerem não àquilo que vão encontrar no dia a dia, por vezes desacompanhados de seus familiares. É isso que nossas crianças precisam: aprender a resistir. Que vocês aproveitem muito o que ouviram, isso vai ser muito importante na vida de vocês”, disse a secretária de Educação, Juliana Canônica Tirelli.







COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.