Currículo Base para ensino infantil e fundamental de SC é aprovado pelo Conselho Estadual de Educação

Documento vai ser implementado nas escolas das redes estadual e municipal para nortear os projetos político-pedagógicos das unidades

Por Oeste Mais

18/06/2019 07:50



Currículo foi aprovado nesta segunda-feira pelo Conselho Estadual de Educação (Foto: Osvaldo Nocetti/SED)

O Conselho Estadual de Educação (CEE) aprovou nesta segunda-feira, dia 17, o Currículo Base da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Território Catarinense. Elaborado de forma participativa e democrática, o documento vai refletir diretamente no conteúdo ensinado nas salas de aula.

 

Até 2020, o Currículo será implementado nas escolas das redes estadual e municipal e irá nortear os projetos político-pedagógicos das unidades. Para isso, a partir da próxima semana vão começar os seminários para qualificar 550 educadores e professores de Santa Catarina. Eles serão multiplicadores para a implementação do documento nas unidades escolares.

 

O Currículo padroniza o conteúdo do estudante nas redes de ensino. Com isso, o aprendizado se torna mais igualitário e um aluno que muda de escola ou rede de ensino consegue acompanhar os trabalhos em sala de aula, sem prejuízo ou dificuldade na aprendizagem.

 

O documento foi escrito em regime de colaboração entre a Secretaria de Estado de Educação (SED), a União dos Dirigentes Municipais de Santa Catarina (Undime), o Conselho Estadual de Educação (CEE), a União Nacional de Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e a Federação Catarinense de Municípios (Fecam). Também contou com a participação de professores e com uma consulta pública.

 

O Currículo foi norteado pela Base Nacional Comum Curricular do MEC, que estabelece conhecimentos, competências e habilidades para que os estudantes desenvolvam ao longo da escolaridade básica.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.