Santa Catarina lança licitação para ampliar vigilância nas escolas estaduais

Objetivo é aumentar número humano de vigilantes e mais pontos de vigilância eletrônica

Por Oeste Mais

19/08/2021 13h52 - Atualizado em 19/08/2021 13h52



As Secretarias de Estado da Educação e da Administração estão com processo licitatório em andamento para ampliar a vigilância humana em todas as unidades de ensino da rede estadual. O objetivo é garantir segurança a todos os alunos, professores e funcionários das escolas de Santa Catarina.

 

A pedido das próprias escolas, está sendo providenciado um aumento de vigilantes – de 235 para 1.101, quase cinco vezes o número atual – além de mais pontos de vigilância eletrônica, via alarmes (1,52 vezes o número atual) e mais circuitos de câmeras (1,8 vezes o número atual).

 

A preocupação em estender a segurança eletrônica e humana a todas as escolas foi intensificada após a tragédia em Saudades, no Oeste do estado, no dia 4 de maio deste ano.

 

Na ocasião, Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, invadiu a Creche Aquarela armado com duas facas e provocou a morte de cinco pessoas, entre elas, três crianças na faixa de dois anos de idade. O Ministério Público denunciou o autor por 5 homicídios consumados e 14 tentados.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.