Escola Belermino busca volta do ensino médio noturno em Ponte Serrada

Diretor diz que documento com informações será encaminhado até a próxima semana à Coordenadoria Regional de Educação

Por Jhonatan Coppini

18/08/2021 15h47



A Escola Belermino Victor Dalla Vecchia está em busca da volta do ensino médio noturno para atender uma demanda de alunos que estudam à noite e atualmente precisam se deslocar até a Escola Dom Vital, outra instituição estadual do município e única a oferecer o estudo noturno atualmente na cidade.

 

O diretor Alessandro Mello prepara uma documentação que deverá ser enviada para a Coordenadoria Regional de Educação, em Xanxerê, até a próxima semana. O levantamento vai embasar o pedido pela volta do turno noturno na Escola Belermino, que desde 2015 oferece o ensino médio apenas no período diurno.

Alessandro Mello é diretor da Escola Belermino Victor Dalla Vecchia (Foto: Jhonatan Coppini/Oeste Mais)

Em entrevista ao Oeste Mais, Alessandro diz que existe demanda de alunos e a instituição estadual de ensino tem estrutura para comportar a abertura de turmas à noite. Segundo ele, de 30 a 40 alunos já frequentam aulas noturnas na Escola Dom Vital por ser a única opção no município, mas os estudantes moram nas proximidades da Escola Belermino.

 

A Escola Dom Vital fica localizada no Centro de Ponte Serrada, mas está a cerca de dois quilômetros da Escola Belermino, no distrito de Baía Alta. “Os alunos pegam o transporte em frente à nossa escola. Como a aula começa às 18h30, vários saem direto do trabalho sem conseguir fazer uma higiene pessoal, um lanchinho, acaba sendo puxado para eles”, comenta Alessandro.

 

Reivindicação de anos

 

O diretor diz que várias tentativas já foram feitas para reativar o ensino médio noturno na escola, mas sem sucesso. A decisão cabe à Secretaria de Estado da Educação (SED).

 

Com a implantação do novo ensino médio em Santa Catarina a partir de 2022, onde os estudantes provavelmente terão dias com aulas em dois períodos (manhã e tarde), a estimativa de Alessandro é que a necessidade de turmas noturnas seja ainda maior.

 

Segundo ele, o ensino à noite não terá a obrigatoriedade de dois turnos, justamente para atender a realidade de estudantes que trabalham durante o dia e ficam impossibilitados de frequentar a escola nos períodos matutino e vespertino.

Escola Belermino Victor Dalla Vecchia tem mais de 500 alunos matriculados (Foto: Jhonatan Coppini/Oeste Mais)

Estimativa de resposta

 

Alessandro afirma que uma reunião entre a Regional de Educação e a SED está prevista para acontecer até o final deste mês, mas a estimativa do diretor é que uma resposta concreta — autorizando ou não o ensino médio noturno — só chegue a partir de setembro.

 

Com mais de 500 alunos matriculados, a Escola Belermino Victor Dalla Vecchia tem turmas do ensino fundamental ao ensino médio. A esperança da escola e dos alunos é que a resposta da SED seja positiva para a abertura dos três anos noturnos. “Esperamos que isso aconteça e estamos fazendo o maior esforço possível”, conclui Alessandro.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.