Governo confirma adiamento do Enem 2020

Adiamento será de 30 ou 60 em dias em relação às datas inicialmente propostas nos editais

Por Oeste Mais

20/05/2020 15h54 - Atualizado em 20/05/2020 15h58


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) confirmou na tarde desta quarta-feira, dia 20, o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.

 

O adiamento anunciado em nota pelo Enem será de 30 ou 60 em dias em relação às datas inicialmente propostas nos editais. A decisão vai ser tomada após uma enquete com os estudantes, que deve ocorrer no mês de junho. Com isso, as provas devem ser feitas em dezembro de 2020 ou janeiro de 2021.

 

O adiamento das provas era um pedido que vinha ganhando força porque, com a pandemia do novo coronavírus, nem todos os alunos têm condições de estudar para o exame. Assim, estudantes com dificuldade no acesso à internet poderiam ser prejudicados se a realização da prova fosse mantida para novembro.

 

Confira a nota oficial na íntegra:

 

"Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

 

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.

 

Brasília (DF), 20/05/2020."

Com informações do NSC Total

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.