Professor universitário idealiza vídeo com informações em Libras sobre coronavírus

Alexandro Cagliari é ex-morador do Oeste de Santa Catarina e atualmente dá aula na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Por Oeste Mais

15/04/2020 10h03 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O professor universitário Alexandro Cagliari, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), resolveu criar um material em Libras (Língua Brasileira de Sinais) para explicar sobre o coronavírus à comunidade surda. Um vídeo narrado por ele é traduzido por uma intérprete em Libras, esclarecendo e orientando sobre a Covid-19 (assista mais abaixo).

 

Ex-morador de Ponte Serrada, Alexandro é formado em Ciências Biológicas, tem mestrado em Genética e Biologia Molecular e cursou doutorado em Genética e Biologia Molecular. Ele é professor na Uergs em Santa Cruz do Sul (RS).

 

“Fiquei surpreso com a carência de material em Libras tratando do assunto, embora tenhamos muitos surdos em nossa universidade e na sociedade em geral. Garantir acesso à informação a todos é fundamental em momentos críticos como o que estamos passando no momento”, disse o professor ao site oficial da Uergs.

 

O material foi produzido com a colaboração da estudante do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Uergs, Viven Lopes, que é surda, e da filha e intérprete dela, Laura Lopes. O vídeo foi publicado nesta terça-feira, dia 14, no canal da universidade no YouTube.

A produção do vídeo envolveu outros professores e técnicos da Unidade da Uergs em Santa Cruz do Sul, um estudante do curso de Engenharia de Computação da Unidade em Guaíba e a equipe da Assessoria de Comunicação da Universidade.

 

O professor conta que o objetivo foi organizar informações de forma específica para a comunidade surda, sem adaptações de um modelo já utilizado para informar pessoas que escutam. “Neste trabalho, buscamos dar destaque à informação em Libras. Não queríamos apenas um vídeo com um ouvinte apresentando com tradução simultânea em Libras. O foco foi a comunidade surda. Um vídeo feito por surdos e para surdos”, esclareceu.

 

Glossário em Libras

 

Viven e Laura já fazem parte de um projeto de extensão que vem sendo desenvolvido na Uergs em Santa Cruz do Sul com o objetivo de criar um glossário em Libras para o ensino de Biotecnologia. A ideia surgiu diante da dificuldade observada pela intérprete para traduzir termos científicos. “Esse foi o grande motivador inicial para o início da parceria. Em breve esperamos também poder divulgar esse material destinado à comunidade surda brasileira”, completou Alexandro.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.