Unoesc, Unochapecó e UnC estão entre as cinco piores universidades de SC

Em contrapartida, Universidade Federal de Santa Catarina é a sétima melhor do Brasil

Por Oeste Mais

08/10/2019 08h28 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Um ranking das melhores universidades do país coloca a Unoesc, Unochapecó e UnC entre as cinco últimas na lista de instituições em Santa Catarina. Em nível nacional, a Unoesc aparece na 154ª posição. A Unochapecó é a 166ª, enquanto a UnC ocupa o 180º lugar (confira a lista logo abaixo).

 

Em contrapartida, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é a primeira do estado e a sétima melhor do Brasil, segundo o Ranking Universitário da Folha, publicado anualmente pela Folha de S. Paulo. A UFSC é a única catarinense entre as dez melhores universidades no Brasil.

 

O ranking leva em conta a produção de pesquisa, ensino, adaptação ao mercado, inovação e internacionalização das instituições.

 

No topo da lista estão a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). As universidades públicas lideram as primeiras 17 colocações do ranking ─ a primeira instituição privada a aparecer é a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).

 

Se consideradas apenas universidades federais, a UFSC salta para o quarto lugar no país, atrás da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A nota final da UFSC foi 92,5. A da USP, primeira colocada no país, foi 98,02.

 

Entre as universidades privadas e comunitárias do estado, a melhor colocada é a Univali, que ocupa o 71º lugar no país.

 

Veja a colocação das universidades catarinenses:

 

7º - UFSC

40º - Udesc

71º - Univali

75º - Furb

90º - Univille

93º - Unisul

110º - Unesc SC

114º - UFFS

154º - Unoesc

166º - Unochapecó

180º - UnC

193º - Uniplac

196º - Uniarp

Com informações do NSC Total


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.