Banco Central sobe juros para 12,75% ao ano, maior patamar desde 2017

É o décimo aumento seguido da taxa básica de juros para tentar conter a inflação

Por Redação Oeste Mais

04/05/2022 20h04



O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou nesta quarta-feira, dia 4, a taxa Selic em um ponto percentual, subindo de 11,75% para 12,75%. O nível da taxa básica de juros do Brasil é o maior desde o início de 2014, quando estava em 13%.

 

O principal objetivo da elevação dos juros é combater a alta da inflação, que ficou acima dos dois dígitos e está projetada para fechar em 7,89% ao final de 2022. No mês de abril, o IPCA-15, prévia da inflação oficial, foi de 1,73%, maior nível em 27 anos.

 

Em comunicado oficial, o Copom sinalizou que ainda não encerrou o ciclo de subida dos juros, com uma nova alta devendo ocorrer daqui a 45 dias. A próxima reunião do Comitê de Política Monetária está marcada para os dias 14 e 15 de junho.

 

De acordo com o que publicou o site InfoMoney, alguns analistas já preveem a Selic terminal acima de 14%, visto os últimos dados sobre as altas dos preços. A XP, por exemplo, enxerga o Copom ainda entregando mais uma alta de um ponto na reunião de junho, com o ciclo fechando em 13,75%. O Safra contempla um aumento de 0,5 ponto, com o ciclo encerrando em 13,25%. O Credit Suisse estima alta de 0,75 ponto em junho e de 0,5 ponto em agosto.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.