Epagri publica cartilha sobre produção de cebola em sistema orgânico

Traz informações sobre os cultivares de cebola recomendados, dá dicas de como fazer os canteiros e qual a adubação recomendada

Por Oeste Mais

18/02/2021 13h51 - Atualizado em 18/02/2021 13h51



Agricultores que procuram informações básicas para a produção de cebola em sistema orgânico podem encontrá-las em publicação recém-lançada pela Epagri, disponível gratuitamente no site da Empresa. 

 

A cartilha Produção de cebola em sistema orgânico foi produzida pela Estação Experimental em Ituporanga (EEITU), que tem a atividade como um dos focos de pesquisa.

 

A cartilha traz informações sobre os cultivares de cebola recomendados para Santa Catarina, dá dicas de como fazer os canteiros e qual a adubação recomendada, ensina como fazer uso de plantas de cobertura e sobre o manejo de doenças e pragas, informa sobre certificação e comercialização e ao final também disponibiliza o link de um curso on-line sobre o assunto, organizado pela EEITU.

 

Cebola em SC

 

Santa Catarina é o maior produtor nacional de cebola. A cultura tem ampla importância econômica no estado, com volume de produção de 523,9 mil toneladas de bulbos, área colhida de 17,9 mil hectares e produtividade média de 29,2 toneladas por hectare.

 

A atividade é realizada principalmente por agricultores familiares, a maioria em sistema convencional.

 

Segundo o Cadastro Nacional da Produção Orgânica do Ministério da Agricultura de novembro de 2020, a agricultura orgânica é praticada em 1.486 unidades de produção em Santa Catarina.

 

Desse total, cerca de 385 unidades citam a cebola em sua lista de itens produzidos. Isso não significa que a cultura da cebola seja o item principal, pois as propriedades não atuam em monocultura. As propriedades familiares catarinenses em sistema orgânico dedicam-se principalmente à produção de hortaliças de forma diversificada.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.