China volta a proibir importação de carne suína de frigorífico de Chapecó

Autoridades chinesas alegaram que há registros de funcionários da empresa com Covid-19

Por Oeste Mais

04/01/2021 14h58 - Atualizado em 04/01/2021 14h58



A China proibiu entre o Natal e o Ano Novo a importação de produtos fabricados pelo frigorífico Aurora em sua unidade de Chapecó. O motivo se deve porque as autoridades chinesas alegaram que há registros de funcionários da empresa com Covid-19 na cidade de Chapecó.

 

Desde novembro de 2019, o governo chinês havia autorizado a importação de miúdos de suíno oriundos da Aurora. Em agosto, um lote de asas de frango foi apontado por autoridades de Shenzhen, no sul da China, como estando contaminado com coronavírus.

 

O vírus foi detectado numa amostra durante uma triagem de alimentos congelados. Apesar do desgaste provocado com a notícia, a China nunca apresentou testes comprovando a suspeita.



Com informações do O Globo


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.