Imetro dá dicas para comprar com segurança na Black Friday

Confira as orientações do Instituto de Metrologia de Santa Catarina para não cair em furada

Por Oeste Mais

26/11/2020 08h31 - Atualizado em 26/11/2020 08h31



Para contribuir na difícil tarefa do consumidor em escolher um produto em meio às inúmeras promoções da Black Friday, o Instituto de Metrologia (Imetro) de Santa Catarina elaborou uma série de recomendações sobre os itens mais desejados pelos brasileiros e que são regulamentados pelo Inmetro.

 

As ofertas da Black Friday podem ser uma excelente oportunidade para comprar o que está precisando ou adiantar as compras de Natal. Entretanto, para fazer um bom negócio, além do preço, é preciso considerar outros aspectos, como segurança e eficiência energética.

 

“Tranquilidade na hora da compra e informação são fundamentais para as melhores escolhas. Agindo dessa maneira, o consumidor evita comprar por impulso, e terá condições de analisar se a aquisição realmente compensa”, orienta Rudinei Floriano, presidente do Imetro-SC.

 

Confira as dicas do Imetro na hora das compras neste 27 de novembro:

 

Eletrodomésticos

 

- Selo de segurança:  183 tipos de eletrodomésticos possuem o selo do Inmetro, atestando que foram avaliados quanto à segurança. Isso inclui aspiradores de pó, máquinas de cortar cabelo, lava-louças, batedeiras e processadores de alimentos, entre outros.

 

- Etiqueta de eficiência energética: entre esses eletrodomésticos, alguns também devem apresentar a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia, informando sobre a eficiência energética e o consumo de energia. Ex.: geladeiras, televisores, etc.

 

- Selo Ruído: os aparelhos que fazem mais barulho (liquidificadores e secadores, por exemplo) devem ter esse selo na embalagem, informando a potência sonora em decibéis e classificando os aparelhos de 1 (mais silencioso) a 5 (menos silencioso).

 

Roupas e demais produtos têxteis

 

Algumas informações são obrigatórias:

 

- Dados do fabricante ou do importador (nome, razão social ou marca e CNPJ);

 

- País de origem do produto;

 

- Composição têxtil (indicação em percentual da massa do produto);

 

- Cuidados com a conservação (símbolos de lavagem, alvejamento, secagem, passadoria e cuidado têxtil profissional);

 

- Indicação de tamanho ou de dimensões expressas em unidades do Sistema Internacional (por exemplo: milímetros, centímetros ou metros).

 

Essas informações devem ser colocadas de maneira permanente e indelével no meio do produto têxtil. Esse meio pode ser uma etiqueta, selo, rótulo, decalque, carimbo, estampagem ou similares.

 

Brinquedos

 

- O selo de identificação da conformidade do Inmetro; faixa etária a que o produto se destina; informações sobre o conteúdo; e instruções de uso, de montagem e alertas de segurança.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.