Havan protocola pedido para lançar ações na bolsa de valores com carta de Luciano Hang

Empresa pretende levantar R$ 10 bilhões em IPO e chegar à bolsa com valor de mercado de aproximadamente R$ 100 bilhões

Por Oeste Mais

28/08/2020 11h00



Havan quer chegar a 200 lojas até o final de 2022 (Foto: Agência O Globo)

A rede varejista Havan registrou nesta quinta-feira, dia 27, um prospecto preliminar na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO). O documento conta com uma carta do acionista controlador e sócio fundador da empresa, Luciano Hang, em um formato mais pessoal do que o mercado está habituado.

 

“Eu sou o Luciano Hang, um homem de origem simples, com um começo de história comum a muitos brasileiros. Disléxico, tive muitas dificuldades e só consegui ler aos 12 anos, mas posso dizer que essa limitação só me fez mais criativo. Foi com esta mesma idade que eu decidi montar uma cantina na escola com um amigo, vendíamos bolachas! Com o tempo, as vendas cresceram tanto que a distribuidora dos doces passou a fazer entregas em uma Kombi”, diz o começo da carta de Hang.

 

A Havan realizará uma oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal de emissão da companhia e titularidade do acionista vendedor, que contará com a coordenação de oito instituições financeiras. São elas:

 

? Banco Itaú BBA S.A. (Coordenador Líder)

? XP Investimentos Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários S.A

? Banco BTG Pactual S.A.

? Banco Morgan Stanley S.A.

? Bank of America Merrill Lynch Banco Múltiplo S.A.

? Banco Bradesco BBI S.A.

? Banco Safra

? Banco Santander S.A

 

A Havan pretende utilizar os recursos líquidos obtidos através da oferta primária (considerando as ações adicionais e ações suplementares) para investimentos em expansão de lojas e do centro de distribuição, abertura de novas lojas e suporte do crescimento orgânico, além de aportes na área de tecnologia e reforço no capital de giro. Já os recursos líquidos provenientes da oferta secundária serão revertidos integralmente ao acionista vendedor.

 

A companhia, de acordo com fontes ouvidas pelo jornal “Valor Econômico”, pretende levantar R$ 10 bilhões e chegar à bolsa de valores com valor de mercado de aproximadamente R$ 100 bilhões. A empresa possui em suas unidades mais de 320 mil itens diferentes ao longo do ano. A Havan possui 149 ‘megalojas’ e tem como objetivo chegar a 200 até o final de 2022.

 

“Acreditamos ser a única empresa do mercado brasileiro que apresenta um modelo de varejo disruptivo, one-stop-shop. Buscamos vender “de tudo para todos”, oferecendo um mix de produtos diversificado (que chega a mais de 320 mil SKUs durante o ano)”, informa a companhia em seu prospecto preliminar enviado ao mercado.

 

A Havan destacou que a abertura de capital, adesão e admissão ao segmento do Novo Mercado da B3, bem como a reforma do Estatuto Social, de forma a adequá-lo às disposições do Regulamento do Novo Mercado, foram aprovados na Assembleia Geral Extraordinária da Companhia realizada em 21 de agosto deste ano.

Da Suno Research


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.