Mais de 20 municípios decretam situação de emergência ou calamidade pública

Desabastecimento levou prefeituras de várias regiões de Santa Catarina a emitirem decretos

Por Oeste Mais

29/05/2018 20h00 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Irani está entre os municípios que decretaram situação de emergência (Foto: Arquivo/Oeste Mais)

Mais de 20 municípios já decretaram situação de emergência ou estado de calamidade pública pelo desabastecimento provocado pela greve dos caminhoneiros em Santa Catarina. A paralisação chegou ao nono dia nesta terça-feira, dia 29. Entre as cidades, várias são do Oeste.

 

Municípios em situação de emergência:

 

- Concórdia - Oeste

- Irani - Oeste

- Faxinal dos Guedes - Oeste

- Aurora - Oeste

- Marema - Oeste

- Pinhalzinho - Oeste

- São Joaquim - Serra

- São João Batista - Grande Florianópolis

- Antônio Carlos - Grande Florianópolis

- Major Gercino - Grande Florianópolis

- Chapecó - Oeste

- Morro Grande - Sul

- Ituporanga - Vale do Itajaí

- Rio do Sul - Vale do Itajaí

- Braço do Trombudo - Vale do Itajaí

- Monte Castelo - Norte

- São Francisco do Sul - Norte

- Jaraguá do Sul - Norte

- Brusque - Vale do Itajaí

 

A Prefeitura de Videira, também no Oeste, decretou calamidade pública.

 

Como prejuízos, as prefeituras citam falta de materiais essenciais, como remédios e alimentos para a merenda escolar. Também não é possível a realização de todos os serviços públicos por conta do desabastecimento de combustível dos veículos do município, como o transporte escolar.

 

"Estamos com falta de alimentos, mercados desabastecidos, postos sem combustíveis. Não é tanto por nós, a prefeitura se ajeita, mas pela comunidade rural. Os produtores de leite, frango e suínos estão sendo muito prejudicados", disse o secretário de Administração e Planejamento de Pinhalzinho, Vanderlei Borba.

Com informações do G1/SC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.