Primeiro contrato do Projeto Recuperar é assinado para 64 municípios de SC, maioria do Oeste

Convênio com governo do estado vai destinar R$ 12,8 milhões para manutenção de rodovias estaduais

Por Oeste Mais

19/09/2019 07:58



O governo de Santa Catarina e o Consórcio Intermunicipal Catarinense (Cimcatarina) assinaram nesta quarta-feira, dia 18, o primeiro convênio do Projeto Recuperar, destinado à manutenção das rodovias estaduais.

 

Serão 64 municípios contemplados com R$ 12,8 milhões para a manutenção de 1.651 quilômetros de estradas. A maioria das cidades fica no Oeste (veja a lista completa logo abaixo).

Assinatura do primeiro contrato do Projeto Recuperar ocorreu nesta quarta-feira (Foto: Mauricio Viera/Secom)

A primeira assinatura representa o maior consórcio intermunicipal que integra o programa em número de municípios e malha rodoviária. As 64 cidades beneficiadas somam um total de 764 mil habitantes.

 

De acordo com o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, os demais consórcios que aderiram ao Recuperar vão assinar os convênios em breve. "Esse é o modelo que mais vai trazer efetividade na recuperação da malha viária".

 

Estão contemplados no Cimcatarina todos os membros das associações de municípios do Alto Irani (Amai), Meio Oeste Catarinense (Ammoc), Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), Noroeste Catarinense (Amnoroeste), Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc), além de parte dos municípios da associação do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc) e da Grande Florianópolis (Granfpolis).

 

Já nesta primeira etapa do Projeto Recuperar, 11 consórcios estão aptos a firmar convênios com o governo, totalizando 18 associações de municípios. Ou seja, 201 cidades do estado, com 4,2 mil quilômetros de malha rodoviária, já podem utilizar o modelo de serviço. O total de investimentos com os 11 consórcios chega a R$ 7,4 milhões por mês.

 

Com o Recuperar, o governo projeta dobrar a aplicação de recursos com o serviço. A partir do ano que vem, a previsão é que o projeto receba R$ 120 milhões por ano, o que representa um crescimento de 124% em relação aos R$ 53,5 milhões aplicados em 2018.

 

Relação de municípios contemplados no primeiro convênio

 

Abdon Batista

Abelardo Luz

Água Doce

Águas Mornas

Anitápolis

Antônio Carlos

Arroio Trinta

Bom Jesus

Brunópolis

Caçador

Calmon

Campos Novos

Capinzal

Catanduvas

Celso Ramos

Coronel Martins

Entre Rios

Faxinal dos Guedes

Fraiburgo

Galvão

Garuva

Ibiam

Ibicaré

Iomerê

Ipuaçu

Irati

Itapoá

Joaçaba

Jupiá

Lacerdópolis

Lajeado Grande

Lebon Régis

Luzerna

Macieira

Major Gercino

Marema

Matos Costa

Monte Carlo

Nova Trento

Novo Horizonte

Ouro

Ouro Verde

Passos Maia

Pinheiro Preto

Ponte Serrada

Quilombo

Rancho Queimado

Rio das Antas

Rio Negrinho

Salto Veloso

São Bernardino

São Bonifácio

São Domingos

São Francisco do Sul

São Lourenço do Oeste

Tangará

Timbó Grande

Treze Tílias

Vargeão

Vargem

Videira

Xanxerê

Xaxim

Zortéa




COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.