Obras de recuperação da BR-282 são embargadas por falta de segurança no Oeste

PRF quer que consórcio responsável reforce sinalização em trecho entre Chapecó e São Miguel do Oeste

22/07/2019 23:21 - Atualizado em 22/07/2019 23:21



As obras de recuperação da BR-282 entre São Miguel do Oeste e Chapecó estão paralisadas. A Polícia Rodoviária Federal embargou os trabalhos ainda na sexta-feira, dia 19, por falta de segurança para os motoristas que usam a rodovia.

 

A determinação é de que o consórcio responsável reforce a sinalização e implante um sistema de pare e siga onde o trânsito estiver em meia pista.

 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) disse que já recebeu da empresa um plano de melhorias e que vai apresentar para a PRF.

 

Essa não é a primeira paralisação, desde o começo dos trabalhos, no final do ano passado. Em abril, a obra chegou a parar durante alguns dias por falta de recursos federais. O prazo para conclusão é em novembro do ano que vem.

 

Obra

 

O projeto abrange 160 quilômetros da BR-282. Está prevista a construção de faixas adicionais, trevos, ruas laterais e a restauração de todo o pavimento. O custo total está orçado em R$ 158 milhões.

 

O edital para licitar a obra foi lançado no final de 2016, mas uma série de discussões judiciais permitiu que os trabalhos só começassem em novembro do ano passado.

Do G1 SC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.