Corpo de ex-prefeito de Passos Maia será sepultado em Ponte Serrada

Missa vai ser celebrada ainda em Passos Maia às 16 horas desta segunda-feira

Por Jhonatan Coppini

01/07/2019 13:08 - Atualizado em 01/07/2019 13:11



Ex-prefeito de Passos Maia tinha 53 anos de idade (Foto: Arquivo/Oeste Mais)

O corpo do ex-prefeito de Passos Maia, Ivandre Bocalon, será sepultado no final da tarde desta segunda-feira, dia 1º, no cemitério municipal de Ponte Serrada. O velório acontece no Centro Comunitário de Passos Maia. Uma missa marcada para as 16 horas, ainda em Passos Maia, vai anteceder o enterro.

 

Na luta contra um câncer há cerca de um ano, Ivandre Bocalon, de 53 anos, morreu durante a madrugada desta segunda-feira, dia 1º, por volta das 3 horas da manhã. Ele estava em casa, em Passos Maia.

 

Ivandre foi prefeito do município por dois mandatos — de 2001 a 2004 e de 2013 a 2016. No primeiro mandato teve como vice-prefeita Adiles Joana Marini. Na última gestão, o vice-prefeito foi Leomar Roberto Listoni, atual prefeito do município.

 

Listoni suspendeu todas as atividades da administração municipal nesta segunda-feira, incluindo as aulas nas escolas, e decretou luto oficial de três dias.

 

Ivandre Bocalon

 

Filho de Olimpio Bocalon e Zení Maria Dal Molim Bocalon, Ivandre era natural de Ibiraiáras, no Rio Grande do Sul, onde nasceu no dia 25 de agosto de 1965. Mas sempre se disse passosmaiense, já que chegou ao município com apenas 36 dias de vida.

 

Ele iniciou na política como um dos idealizadores do movimento pró-emancipação político-administrativa de Passos Maia, foi vice-presidente da Comissão Emancipacionista, fundador do PSDB municipal e presidente do partido por várias vezes.

 

Além dos dois mandatos de prefeito, foi presidente da Associação dos Municípios do Alto Irani (Amai), coordenando a instituição no primeiro semestre de 2004. Ivandre era casado e pai de dois filhos, um menino de 12 anos e um jovem falecido em um acidente de trânsito em 2011.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.