Catarinense que foi agredido na Austrália morre no hospital

Ivan Susin estava em coma induzido depois de ser atingido no rosto durante uma briga

Por Oeste Mais

11/10/2019 15:59 - Atualizado em 11/10/2019 16:05



O catarinense Ivan Susin, de 29 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira, dia 11, no hospital da Austrália, após ter sido agredido no último dia 1º de outubro.

 

Ivan morava na cidade de Gold Coast, e naquela noite, seu amigo foi surpreendido por dois homens que tentaram roubar seu lanche. Ivan presenciou a cena e tentou ajudar. Ele tentou acertar um dos homens, mas acaba surpreendido por um terceiro, que o atinge no rosto. O brasileiro cai desmaiado na hora e a dupla de agressores foge.

 

De acordo com a família de Ivan, um suspeito chegou a ser detido, mas foi liberado após pagar fiança.

 

A família do jovem é de Curitibanos e Ivan morava na Austrália há um ano. Conforme a família da vítima, Ivan fez um curso de inglês e agora estava fazendo um curso de gestão no país. Antes de ir morar no exterior, ele estava em Curitibanos. 

 

O governo brasileiro chegou a ajudar a mãe de Ivan com a documentação necessária para conseguir rapidamente o visto para Austrália. Ela chegou ao país no sábado para acompanhar o filho.

Ivan foi agredido no dia 1º de outubro e estava em coma (Foto: Arquivo pessoal)

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.