Fogo de mini lareira que queimou rosto de adolescente em SC atingiu vias aéreas da vítima

Caso a jovem não reaja, será necessário realizar uma traqueostomia

Por Redação Oeste Mais

03/06/2022 10h33 - Atualizado em 03/06/2022 10h34



Fotos tiradas antes do acidente que queimou rosto, mão e cabelo da adolescente (Foto: Divulgação)

A família da adolescente de 17 anos que teve uma das mãos, o rosto e o cabelo queimados após um acidente envolvendo uma minilareira em um bar de Joinville, no Norte catarinense, atualizou o estado de saúde da jovem nesta quinta-feira, dia 2.

 

Segundo o pai da jovem, Adelcio José Iarovski Lele, as queimaduras atingiram também as vias aéreas da vítima, que segue entubada na UTI.

 

Adelcio conta que, caso ela não reaja ao tratamento, será realizada uma traqueostomia, procedimento na região da traqueia para facilitar a entrada de ar aos pulmões.

 

A adolecente teve o cabelo cortado e apresenta diversos ferimentos expostos, que precisam de maior cuidado para que ela não adquira nenhuma infecção.

 

A família informou que pretende entrar com ações contra o estabelecimento para garantir que a administração arque com as despesas médicas, estéticas e psicológicas da adolescente.

 

Em vídeo divulgado nas redes sociais do estabelecimento onde aconteceu o acidente, o sócio informou que a equipe está disposta a ajudar e que o estabelecimento "vai ressarcir todo esse dano, não só material, como psicológico".

 

Relembre o caso

 

A adolescente foi encaminhada ao hospital com ferimentos graves no início da noite de domingo, dia 29, após um acidente com uma mini lareira em um bar de Joinville. De acordo com familiares, ela sofreu queimaduras de terceiro e segundo grau no rosto, pescoço e em uma das mãos.

 

Conforme o pai da jovem, a filha estava na presença de mais três amigas quando tudo aconteceu. Ele relata que uma mini lareira que estava presente em todas as mesas do estabelecimento, havia se apagado onde as meninas estavam sentadas e, por isso, um dos garçons se aproximou com um galão que continha líquido inflamável para reacender as chamas.

 

No entanto, o funcionário não percebeu que ainda havia chamas no recipiente e, ao despejar o produto, causou uma explosão próximo do rosto da adolescente. Somente a jovem ficou ferida.

Com informações do g1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.