Tecnologia pode prevenir troca de bebês em maternidade de Joinville

Inovação é uma parceria entre o Instituto Geral de Perícias e a empresa de identificação

Por Redação Oeste Mais

08/12/2021 17h22 - Atualizado em 08/12/2021 17h22



Scanner pode ser utilizado desde o primeiro momento de vida e deve evitar sequestros e troca de identidades (Foto: Divulgação)

Uma nova tecnologia surgiu para trazer mais tranquilidade e segurança aos pais de recém nascidos de uma maternidade de Joinville, Sul de Santa Catarina. Um scanner coleta as impressões digitais ainda no centro obstétrico e vincula os dados do bebê com os da mãe. A inovação é uma parceria entre o Instituto Geral de Perícias e a empresa que criou o aparelho.

 

A Maternidade Darcy Vargas é a primeira a testar a tecnologia que é brasileira e consegue fazer o que antes não era possível, a chamada biometria neonatal. O equipamento tem uma resolução que expande a imagem sem distorcê-la e permite ver as linhas da impressão digital e até os poros da pele do bebê.

 

Um dos objetivos do projeto é que todas as maternidades do estado passem a contar com a nova técnica, possibilitando a criação de uma base de dados ainda mais completa, com as informações da criança desde o momento do nascimento.

Com informações do g1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.