Evento de ciclismo em Xanxerê terá cerca de 500 participantes da região

1° Cicloturismo Campina da Cascavel é promovido pela Acemax e prefeitura de Xanxerê

Por Giulia Sacchetti Ferreira

13/10/2021 08h52 - Atualizado em 13/10/2021 09h12



A Associação Desportiva de Ciclistas Elas na Magrela de Xanxerê (Acemax) promove juntamente com a Prefeitura o 1° Cicloturismo Campina da Cascavel. O circuito envolve trajetos de 30 e 50 km, realizados de bicicleta por estradas no interior de Xanxerê. A saída será às 8 horas, dia 24 de outubro, no Parque da Femi.

 

A Acemax surgiu de um grupo de pedal no WhatsApp, o Elas na Magrela, formado por mulheres que queriam se reunir para pedalar e que hoje integra aproximadamente 100 participantes. Formada por 25 membros, a associação incentiva o ciclismo e tem por objetivo envolver a comunidade com ações para ciclistas iniciantes, prática de atividades físicas e ações voluntárias. Sua criação foi em fevereiro de 2019, mas devido à pandemia, este é o primeiro ano de trabalho do grupo xanxerense.

 

As inscrições para o 1º Cicloturismo foram esgotadas no dia 27 de setembro, atingindo o limite de 500 participantes no evento. Para participar, o ciclista deveria doar três quilos de alimento não perecível.

 

Segundo a presidente do grupo, Alexandra Gesser, 80% das doações serão destinadas à Assistência Social do município e os outros 20% irão para Rede Feminina de Combate ao Câncer de Xanxerê.

 

Uma das participantes do evento, Claudiana Katzer, de 38 anos, é de Abelardo Luz e participará com um grupo de ciclistas do município. Clau, como é conhecida, é cabelereira e pedala desde 2014. Nos últimos dois anos ela tem feito pedais semanalmente para adquirir mais habilidade, condicionamento físico e principalmente por gostar do ciclismo. "Minha expectativa é de um pedal tranquilo, com percurso desafiador e muitas paisagens bonitas para curtir", afirma.

 

De acordo com Alexandra, no próximo ano, o cicloturismo Campina da Cascavel deve entrar para o calendário municipal de eventos de Xanxerê e quem não conseguiu se inscrever nesta edição, pode aguardar até 2022. "Há ciclistas inscritos de várias cidades, muitas aqui da região, mas temos de outros estados também, como Rio Grande do Sul e Paraná. O ciclismo é um esporte bem amplo e por não ser uma competição, o evento é uma ótima opção de integrar famílias e demais grupos" destaca.

 

Haverá café da manhã para todos os inscritos, além de medalha, seguro atleta e brindes dos patrocinadores do circuito. A presidente da Acemax ressalta ainda que tanto o grupo, como a associação, estão abertos a novos participantes.

Acemax durante evento de ciclismo em Chapecó (Foto: Arquivo Pessoal)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.