Prefeitos da Amai assinam moção de apelo por manutenção do Casep em Xanxerê

Instituição corre o risco de ser fechada após encerramento do contrato com governo de SC

Por Redação Oeste Mais

11/09/2021 10h44 - Atualizado em 11/09/2021 10h45



Prefeito durante assembleia na Amai (Foto: Divulgação/Amai)

Os prefeitos da Associação dos Municípios do Alto Irani (Amai) participaram nesta sexta-feira, dia 10, da 13ª assembleia de prefeitos da Amai. A reunião ocorreu na sede da entidade, em Xanxerê.

 

Entre os assuntos, uma moção de apelo para que o Casep (Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório) de Xanxerê não seja fechado foi assinada pelos prefeitos.

 

A instituição corre o risco de ser fechada após o encerramento do contrato com o governo de Santa Catarina, que sinalizou a não renovação do documento pelo número baixo de vagas e a estrutura física pequena da unidade.

Representantes do Casep falaram sobre a entidade (Foto: Divulgação/Amai)

O supervisor Renan Felipe de Oliveira, o coordenador Mario da Silva Estrada e Tatiane Carlesso, do administrativo, apresentaram a situação aos prefeitos.

 

Segundo eles, o espaço hoje possui 27 colaboradores, que trabalham na ressocialização de jovens que passam por medida socioeducativa. São oferecidas diversas oficinas, cursos e atividades para a mudança social.

 

Uma moção de apelo para que a entidade não seja fechada também foi aprovada recentemente pela Câmara de Vereadores de Xanxerê.

 

A administração do Casep também criou um abaixo-assinado pela manutenção da instituição. “Este projeto contribui para a reeducação e ressocialização social de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, com atendimento à comunidade do município de Xanxerê e região”, aponta um trecho do texto na página criada para as assinaturas.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.