Campanha de prevenção ao crime de estelionato é lançada em SC

Só em relação ao ano passado, houve registro de 23.490 casos no estado

Por Redação Oeste Mais

19/08/2021 09h48 - Atualizado em 19/08/2021 09h50



Governo do Estado lança campanha de prevenção ao estelionato “Desconfie sempre, não caia em golpes” (Foto: Divulgação)

Crime que apresentava média de 12 mil casos por ano no estado em 2010, o estelionato saltou para 48.274 em 2020, período de isolamento social por causa da pandemia, um crescimento acumulado de 402%. Só em relação ao ano passado, quando houve registro de 23.490 casos, o aumento foi de 85%. A previsão é de que, até o final deste ano, o número seja ainda maior.

 

Os dados são analisados todas as semanas pelo Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de SC e, para esse crime, segundo pesquisa da Diretoria de Inteligência e Estatística (Dini) da Secretaria de Segurança Pública, 97% deles não teriam ocorrido se a vítima tivesse algum conhecimento sobre os golpes.

 

Como a informação é a medida mais eficaz no combate a este crime, o Governo do Estado lança a campanha de prevenção ao estelionato “Desconfie sempre, não caia em golpes”. Nela, são mostradas as maneiras usadas pelos criminosos para enganar as vítimas. Junto ao material, a população tem acesso à cartilha informativa da Polícia Civil, contendo os principais golpes realizados no estado, dicas de como se prevenir de cada um deles e orientações de como agir caso a pessoa já tenha sido vítima.

 

De acordo com levantamento feito pela Dini, os golpes mais recorrentes em Santa Catarina são: clonagem do WhatsApp, anúncio de compra e venda de veículos, duplicação de perfil de WhatsApp, compras pela internet de maneira geral, falso empréstimo, clonagem de cartão e anúncio de imóveis.








COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.