Oitava soltura de papagaios-de-peito-roxo será feita no Parque Nacional das Araucárias

Desde o início do projeto, em 2010, 186 aves já foram soltas no parque

Por Oeste Mais

23/07/2021 11h56 - Atualizado em 23/07/2021 11h56



O Instituto Espaço Silvestre prepara uma nova soltura de papagaios-de-peito-roxo no Parque Nacional das Araucárias para a próxima semana, na unidade de preservação ambiental entre os municípios de Passos Maia e Ponte Serrada, no Oeste do Estado. Ao todo, 36 aves devem ser soltas nesta primeira leva após a pandemia.

 

Conforme Vanessa Tavares Kannan, diretora técnica do Instituto e coordenadora do projeto de reintrodução da espécie, os papagaios devem sair de Florianópolis, capital do Estado, no início da semana. Essa será a oitava soltura de papagaios-de-peito-roxo e o instituto que completa 10 anos do projeto, em 2021, já estuda para que mais aves cheguem à região até o fim do ano. 

 

O projeto de reintrodução da espécie ameaçada de extinção foi implantado no local em 2010. Até então, 186 aves já foram soltas do parque. Segundo a biologa, a maioria é vítima do tráfico ilegal de animais silvestres.

 

“Nessa leva irão mais 36 animais, mas pretendemos soltar outros ainda esse ano. O tempo de ambientação dependerá do comportamento deles, que normalmente dura alguns dias”, relatou Vanessa ao Oeste Mais

 

Os papagaios devem passar por um processo de ambientação em um viveiro construído pelo instituto, dentro do Parque das Araucárias. Segundo a bióloga: “Todas as aves passam por um rigoroso processo de reabilitação, além de treinamentos comportamentais que os preparam para a vida na natureza”, antes de serem completamente soltos na mata.

 

A maior soltura de papagaios-de-peito-roxo ocorreu em  maio de 2018, quando 40 roxinhos foram liberados para habitar a área do Parque das Araucária.

 

O instituto conta com o auxílio da comunidade para manter o monitoramento das aves que são soltas. “Contamos com a ajuda da comunidade para monitorar, nos dizerem se estão vendo as aves, caso encontrem algum papagaio que precise de ajuda, que entrem em contato com a gente pelo WhatsApp 49 99805-3989”, finaliza Vanessa.

Unidade de preservação ambiental fica entre Passos Maia e Ponte Serrada (Foto: Instituto Espaço Silvestre)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.