Família busca ajuda para conseguir trazer mulher acamada, que vive em Alagoas, para Ponte Serrada

Rosecleide de Souza Santos, de 33 anos, foi violentada sexualmente e espancada no ano passado e perdeu todos os movimentos do corpo

Por Redação Oeste Mais

23/07/2021 15h16



A família de Rosecleide de Souza Santos, de 33 anos, está buscando por ajuda para conseguir transportar a mulher, que está acamada há mais de um ano, de Alagoas para Ponte Serrada.

 

Conforme o depoimento da irmã Roseane Lourenço dado ao Oeste Mais, Rosecleide foi vítima de estupro e espancamento em março do ano passado, na cidade de Arapiraca, em Alagoas, onde reside.

 

Por conta das graves lesões que sofreu, Rosecleide teve afundamento de crânio e ficou em coma por mais de dois meses, o que a deixou acamada, sem poder falar e se movimentar.

 

Devido a isso, a família pede apoio da comunidade para conseguir um transporte para que a mulher seja trazida a Ponte Serrada, para que receba os cuidados da família que reside no CTG Pouso dos Tropeiros.

 

Para quem quiser contribuir, a família deixa uma conta bancária disponível:

 

Caixa

Agência: 3209

Conta: 00027272-4

CPF: 587.801.654-00

Francisca Leão de Souza

Família de Rosecleide quer trazê-la para Ponte Serrada (Foto: Divulgação)

Entenda o caso

 

No dia 6 de março de 2020, Rosecleide, na época com 31 anos de idade, foi encontrada desacordada ao lado do ginásio João Paulo II, na Praça Ceci Cunha, na cidade de Arapiraca (AL).

 

Conforme o site de notícias G1, ela deu entrada na unidade hospitalar do município com um pedaço de madeira introduzido no ânus. Além disso, a paciente sofreu afundamento de crânio e ficou em coma por mais de dois meses, em estado grave.

 

Hoje, devido aos graves ferimentos que sofreu naquele dia, perdeu todos os movimentos do corpo e também a fala.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.