VÍDEO: A zero grau, comandante dos bombeiros voluntários realiza nado em Irani

Desafio que ele faz todo o ano serve para se preparar fisicamente para alguma ocorrência que possa precisar atender

Por Kiane Berté

30/06/2021 11h57 - Atualizado em 30/06/2021 13h36





Mesmo com os termômetros marcado 0ºC no município de Irani, por volta das 22h30 desta terça-feira, dia 29, o comandante dos bombeiros voluntários de Irani, Sandro Alves Pereira, realizou um nado na famosa Prainha do Irani, lago municipal (assista abaixo).

 

Conforme Sandro, este é um tipo de desafio que ele faz consigo todos os anos, seja no período da manhã, tarde e noite, independente das condições climáticas. No ano passado, às 2 horas da madrugada, nessa mesma temporada de frio intenso, chegou a pular na água com -2ºC de temperatura.

 

"Sensação térmica é a maior superação", disse ele ao Oeste Mais.

 

Na companhia do filho, que gravou todo o desafio, Sandro se jogou na água gelada com poucas peças de roupa. Antes de mergulhar, ele realizou também flexões para poder se preparar fisicamente e mentalmente.

 

"Nosso pior adversário é nós mesmos, nossos pensamentos e sentimentos de impotência diante do que está em nossa frente. Encaro isso como uma oportunidade de superação individual de meus limites. Na vida somos testados todos os dias em diversas circunstâncias, muitas delas muito piores que uma simples natação em um lago gelado e isso me inspira a canalizar meus pensamentos para demonstrar para mim mesmo que posso fazer muito mais do que muitas vezes meu cérebro insiste em dizer que posso ou não posso fazer, que meu corpo aguenta ou não aguenta. Isso me mantém vivo e na ativa", desabafa.

Salvando vidas

 

Sandro, no início de janeiro deste ano, foi personagem do salvamento de um homem, de 42 anos, que havia tentado contra a própria vida ao pular no lago municipal.

 

Sandro estava com o filho quando enxergou a vítima no lago. “Após aproximação, o homem encontrava-se com estado emocional bastante abalado”, relatou o comandante em uma publicação nas redes sociais. Sandro disse que o homem entregou os documentos pessoais para que fossem entregues à família e, mesmo após um diálogo, se jogou no lago.

 

Sandro entrou na água e orientou o filho a acionar a guarnição para auxiliar no resgate. Os bombeiros foram ao local e ajudaram a retirar a vítima da água.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.