Laura Paula completaria 15 anos nesta terça-feira

Família e amigos deixaram mensagens de apoio nas redes sociais

Por Oeste Mais

13/04/2021 09h32 - Atualizado em 13/04/2021 11h16



Laura lutava contra um câncer desde junho de 2019 (Foto: Arquivo pessoal)

A jovem ponteserradense Laura Paula, que morreu no último dia 4 de abril, vítima da Leucemia Mielóide Aguda, completaria 15 anos de idade nesta terça-feira, dia 13.

 

Em sua rede social, Marivane Dave, mãe de Laura, deixou uma mensagem para lembrar da data e falar o quanto a filha estava ansiosa pela passagem do aniversário. 

 

"E o dia tão sonhado chegou... SEUS 15 ANOS FILHA. Só não esperávamos que a peça principal não estaria presente. Perdi a conta de quantas vezes você me pediu que dia é hoje mãe?... E logo depois fazia um tempo de silêncio até contar quantos dias faltavam pra chegar esse dia", iniciou o post.

 

Na postagem de Mari, muitos amigos e familiares deixaram mensagens de apoio e solidariedade à família.

 

Laura Paula estava lutando contra o câncer desde junho de 2019. Na época, a jovem ponteserradense passou a alimentar um diário onde registrava a luta contra a doença. Também naquele ano, a mãe Marivane Dave foi responsável por criar uma página no Facebook para incentivar a doação de medula óssea à filha.

 

Leia na íntegra a postagem feita pela mãe:

Mãe de Laura comoveu a internet com mensagem para filha (Foto: Arquivo pessoal)

"E o dia tão sonhado chegou...

SEUS 15 ANOS FILHA

Só não esperávamos que a peça principal não estaria presente

Perdi a conta de quantas vezes você me pediu que dia é hoje mãe?...E logo depois fazia um tempo de silêncio até contar quantos dias faltavam pra chegar esse dia

A última vez que você contou faltava 21 dias,depois nem isso pudemos fazer mais juntas!

O que fazer quando os planos se frustram?

O que fazer quando tudo sai do nosso controle?

APENAS CONFIAR EM DEUS!

Não temos escolha...a vida segue e nos empurra,a tristeza e a saudade nunca passa,e você olha em volta e todos já voltaram a viver,parece não fazer sentido por alguns instantes,até que daqui a pouco você vê que outra mãe chora a perda de um filho,e outra tragédia encobre a sua,todos esquecem menos você!!!

E terá momentos que serão somente seus,não podemos pular etapas,há tempo de plantar,há tempo de colher,há tempo de sorrir e há tempo de chorar...

Em uma de suas mensagens você disse que a nossa vida é como uma fumaça que uma hora aparece e na outra desvanece...

Quanta sabedoria em suas palavras,vamos guardar com carinho suas anotações,seus diários, e seu caderno de pregações que fez no último mês,levarei e pregarei cada mensagem com prazer minha princesa do Senhor,nos orgulhamos muito de termos sido a familia escolhida por Deus pra te receber, foi tão breve mais tão intenso,feliz de quem pode conviver esses 15 anos com você, a festa aqui não vai acontecer, o bolo,os salgados,os docinhos que tínhamos combinado de fazer...nas nossas contas estaríamos de alta já em casa, com direito a buquê de rosas e anel que era seu sonho,já tava tudo combinado seria surpresa, a festa seria intima mais a comemoração seria desde a meia noite como de costume,só Deus sabe como seriam nossos dias,mas prefiro pensar que aquele foi o melhor momento de você partir,como escrevi em outra publicação,já não pode ler,nem nos ver,mas em nossos corações fica a saudade sem tamanho porém também há a sensação de que fizemos tudo que podíamos e estava dentro e fora do nosso alcance, com muito prazer nesses dois anos preparei cada refeição, realizamos cada desejo,e no hospital fazia questão de dar comida na boca, talvez muitos pensavam que exagero...mas era prazeroso cuidar de você, fazer massagem, dava banho todos os dias, pois todo cuidado era pouco, essas plaquetas não nos deram sossego,quando não era tontura e outros efeitos colaterais, mas viamos motivos pra agradecer em tudo,e quando queria tomar banho sozinha já puxava meu banquinho,pois você fazia questão da minha presença pra conversamos sobre o que faríamos depois que tudo isso acabasse, tínhamos hora pra tudo voltinha no corredor, hora do lanche,hora da história, hora da soneca, e fazíamos questão de comemorar cada pequena vitória, o fato de não transfundir nem que fosse por um dia era motivo de agradecer a Deus!

E quando vinha seus lanches preferidos no carrinho do hospital ja dizia hoje estão de parabéns, sempre grata e amorosa com todos, se preocupava com qual legado ia deixar,escreveu isso nas anotações eu achei,que orgulho minha pregadora preferida,seu legado foi de guerreira,uma filha exemplar obediente e temente a Deus!

Cancelamos a festa aqui pra que uma maior acontecesse ai em cima

Nossa história daria uma enciclopédia!

Te amaremos daqui até o fim...

E no fim nos encontraremos e o amor será eterno,sem dor e sem choro,sem separação como me escreveu na última carta de dentro da UTI

Te amamos negrinha!

Fomos muito felizes"

Jovem estava ansiosa pelo aniversário (Foto: Arquivo pessoal)

Algumas mensagens de apoio de amigos









COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.