Falta de chuvas prejudica mananciais de abastecimento no Oeste, afirma Casan

Estatal reforça a necessidade de economia da água tratada

Por Redação Oeste Mais

13/04/2021 13h48



Com previsão meteorológica da Epagri-Ciram de continuidade de chuva abaixo da média e mal distribuída, especialmente no Oeste, a Casan reforça a necessidade de economia da água tratada.

 

Entre as cidades com mananciais mais prejudicados estão Chapecó, Xaxim, Formosa do Sul, São Miguel do Oeste, Anchieta, Xavantina e Seara.

 

Em Seara e São Miguel do Oeste a companhia já executa operação emergencial de transporte de água bruta para amenizar a baixa vazão dos mananciais para captação e abastecimento.

 

Em Chapecó as equipes observam que o nível no São José baixa 5% ao dia, já chegando a somente 36% de seu volume normal.

 

Diante do cenário, a Casan solicita economia máxima de água, o que pode colaborar para que sejam evitadas ações de racionamento e revezamento.

 

A orientação é para que sejam evitadas principalmente atividades como a lavação de carros, ruas, pátios e calçadas.

 

A Companhia informa também que há possibilidade de intermitência no abastecimento, principalmente em regiões altas e nas chamadas pontas de rede de todos os municípios citados.

 

Principais orientações

 

- Não usar mangueira para lavar carros, pátios ou calçadas;

- Priorizar banhos breves;

- Fechar a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba;

- Não lavar a louça com água corrente. Abrir a torneira apenas para enxaguar;

- Somente acionar a máquina de lavar louça ou a de lavar roupa com capacidade total.

 

Abastecimento em observação no Oeste

 

Situação crítica: Seara, São Miguel do Oeste, Xaxim.

 

Situação de alerta: Anchieta, Barracão (Paraná), Bom Jesus do Oeste, Chapecó, Cunha Porã, Dionísio Cerqueira, Formosa do Sul, Guaraciaba, Iporã do Oeste, Maravilha, Coronel Martins, Peritiba, Saltinho São Lourenço e Xavantina.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.