Agricultura inicia distribuição de calcário para aumentar a produtividade das lavouras

Cada agricultor poderá retirar até 30 toneladas do produto

Por Oeste Mais

26/02/2021 17h10 - Atualizado em 26/02/2021 17h10



Produtores rurais de Santa Catarina contam com o apoio do Governo do Estado para aumentar a produtividade das lavouras. A partir desta segunda-feira, dia 1º de março, a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural começa a distribuição de 300 mil toneladas de calcário que deverão ser usados para correção de solo e incremento da produção agrícola. O investimento de R$ 23,6 milhões deve atender mais de 15 mil produtores rurais no estado.

 

“Esse apoio é fundamental, e Santa Catarina fazendo com que o agronegócio e a agricultura familiar se fortaleçam cada vez mais. Que nós possamos, através do Programa Terra Boa, gerar oportunidades de renda para o desenvolvimento da economia catarinense e principalmente dos nossos produtores rurais”, destaca o secretário Altair Silva.

 

A distribuição de calcário é uma das linhas de apoio do Programa Terra Boa. Cada agricultor poderá retirar até 30 toneladas do produto. Ao todo, serão 300 mil toneladas divididas em duas modalidades: via cooperativa ou direto das minas.

 

Se o agricultor optar por retirar o calcário nas cooperativas, ele devolverá o valor no próximo ano com o resultado da colheita. Caso, opte por retirar nas empresas mineradoras, o produto é gratuito e o produtor arca com o valor do frete.

 

O calcário é fundamental para correção do solo e aumento de rendimento nos plantios. Segundo o pesquisador da Estação Experimental da Epagri de Ituporanga, Claudinei Kurtz, é importante lembrar que o calcário deve ser usado após a análise do solo, que irá indicar a quantidade do insumo a ser aplicado.

 

“De um modo geral os solos catarinenses são ácidos e o calcário tem grande importância para neutralizar essa acidez, aumentando a disponibilidade e a absorção de nutrientes. Tudo isso implicará no aumento de produtividade na grande maioria das culturas comerciais”, explica.

 

Os produtores rurais interessados em participar do Programa Terra Boa devem procurar a Epagri do seu município.

 


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.