Família que sofreu afogamento no Rio Uruguai recebe alta hospitalar

Casal e bebê de 17 dias ficaram em estado grave após acidente

Por Oeste Mais

18/02/2021 16h49 - Atualizado em 18/02/2021 16h52



Casal e bebê ficaram em estado grave (Foto: Divulgação)

Após pouco mais de uma semana internado, o casal Cristiano Teixeira de Freitas, de 33 anos, e Márcia Cristina da Rosa, de 32, além do filho Davi, com 17 dias de vida, voltaram para casa por volta das 17 horas da última terça-feira, dia 16.

 

Conforme o Portal Peperi, um veículo da secretaria de Saúde do município de Pinheirinho do Vale realizou o transporte da família até a residência deles que fica em Basílio da Gama (RS).

 

A família ficou em estado grave depois que o carro em que eles estavam caiu no Rio Uruguai, no último dia 8, no Distrito de Basílio da Gama, em Pinheirinho do Vale, município do Noroeste do Rio Grande do Sul. A criança tinha sete dias quando o acidente ocorreu.

 

O casal foi levado para o hospital de Itapiranga após o resgate, mas acabou sendo transferido para o Hospital de São Miguel do Oeste devido o grave estado de saúde. Já o bebê apresentou piora ao longo do dia, e a equipe médica optou por transferir a criança ao Hospital da Unimed em Chapecó.

 

Doações

 

Familiares criaram uma vaquinha para auxiliar nas despesas, além de uma rifa de ação solidária, com sorteio de prêmios. Para saber mais sobre a rifa, basta entrar em contato pelo telefone (55) 9 9686-7701.

 

Contas para depósito

 

Sicoob

Banco: 756

Agência: 3072

Conta corrente: 121770

CPF: 015.558.150-30

Cristiano Teixeira de Freitas

 

Cresol

Banco: 133 

Agência: 5061-1

Conta corrente: 17681-8

CPF: 015.558.150-30

Cristiano Teixeira de Freitas


Banrisul 

Banco: 041

Agência: 304

Conta corrente: 35011694-00

CPF: 030 962 610-24

Patrícia Teixeira de Freitas

Carro em que a família estava caiu no Rio Uruguai (Foto: Divulgação)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.