Hemosc reforça a necessidade de doação de sangue na temporada de verão

Estoques estão, em média, 15% abaixo do nível adequado, dependendo da tipagem sanguínea

Por Oeste Mais

15/01/2021 11h47 - Atualizado em 15/01/2021 11h47



O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) reforça a necessidade de doadores para manutenção dos estoques. Com a pandemia da Covid-19, as doações de sangue diminuíram no estado. Durante a temporada de verão, esse desafio é ainda maior, já que nesta época as doações tendem a diminuir e a procura por sangue pode aumentar.    

 

Os estoques estão, em média, 15% abaixo do nível adequado, dependendo da tipagem sanguínea. Nesta semana, estão em nível reduzido o tipo A positivo e o B negativo, e, em nível de alerta, que é bastante preocupante, os tipos O negativo e positivo e A negativo.  

 

Para garantir a segurança das pessoas, a doação de sangue está funcionando com hora marcada, que pode ser por telefone ou agendamento direto no site. O Hemosc adotou várias medidas de prevenção nesta época de pandemia, como por exemplo, a readequação do espaço, aferição de temperatura e lavagem das mãos na entrada dos hemocentros e a intensificação da higienização em cada etapa do processo.

 

“É importante que as pessoas acompanhem as informações relacionadas à doação de sangue, porque a necessidade se mantém e temos que atender. Doar sangue é seguro, pois todos os cuidados foram tomados para proporcionar o máximo de segurança para o doador. O sangue é insubstituível. Uma única doação pode salvar várias vidas”, afirma o coordenador do Setor de Captação de Doadores, Silvio Battistella.

 

Para ser um doador é preciso estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos (jovens de 16 e 17 anos deverão estar acompanhados por um responsável legal) e pesar mais de 50 quilos. Não é necessário jejum, mas é recomendável uma alimentação sem gordura nas quatro horas antes da doação.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.