Procon notifica empresas de perfuração de poços artesianos e revendedoras de água em Chapecó por preços abusivos

Órgão pediu também que as empresas apresentem as notas fiscais de aquisição e venda de produtos e serviços desde fevereiro de 2020 até agora

Por Oeste Mais

03/12/2020 13h30



O Procon de Santa Catarina notificou nesta quarta-feira, dia 2, empresas especializadas em projeto, perfurações e manutenção de poços artesianos, além de revendedoras de água na cidade de Chapecó, para que realizem reajuste nos valores de seus produtos e serviços. A medida visa reduzir os preços, já que a população vivencia uma situação extraordinária.

 

O órgão pediu também que as empresas apresentem as notas fiscais de aquisição e venda de produtos e serviços desde fevereiro de 2020 até agora.

 

O Procon argumenta que o aumento de preços pode ser considerada prática abusiva, já que a elevação é decorrente da estiagem e do consequente aumento na procura do serviço, não da questão de alta ou baixa temporada em algumas cidades, por exemplo.

 

“Nosso ano está sendo crítico, com pandemia e estiagem. As empresas deveriam estar mais sensíveis com os consumidores, não agindo de má-fé, visando unicamente o lucro. Para impedir este tipo de ação é que o Procon está agindo”, esclarece o diretor do órgão, Tiago Silva.

 

Em caso de descumprimento, as empresas poderão sofrer sanções administrativas e poderão ser enquadradas por crime de desobediência.




COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.