Abertura de consulado argentino em Chapecó é solicitado pelo governo catarinense

Pedido atende demanda das federações empresariais (Fiesc, Facisc e Fecomércio) e do próprio município

Por Oeste Mais

20/11/2020 10h03 - Atualizado em 20/11/2020 10h03



Governadora Daniela em webconferência com embaixador Argentino (Foto: Mauricio Vieira/Secom)

O governo de Santa Catarina solicitou formalmente ao embaixador argentino no Brasil, Daniel Scioli, a abertura de um consulado do país vizinho na cidade de Chapecó. O documento, assinado pela governadora Daniela Reinehr, foi entregue pelo chefe da Casa Civil, Ricardo Miranda Aversa, durante uma recepção oficial no quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Florianópolis, na tarde desta quinta-feira, dia 19. O pedido atende a uma demanda das federações empresariais (Fiesc, Facisc e Fecomércio) e do município de Chapecó.

 

Ao embaixador argentino, a governadora Daniela Reinehr reafirmou o seu desejo de estreitamento das relações bilaterais. Ela colocou a estrutura do estado à disposição em tudo o que for possível para o incremento das parcerias entre Santa Catarina e o país vizinho.

 

“Temos o objetivo claro de promover o desenvolvimento econômico. Tratamos com o embaixador de assuntos muito importantes, como os corredores logísticos eficientes, as questões fronteiriças e as relações internacionais. Temos a certeza de que essa parceria é de extrema importância para o futuro de Santa Catarina”, afirmou a governadora, que participou da recepção por meio de webconferência por causa da Covid-19.

 

Na visão do chefe da Casa Civil, Ricardo Miranda Aversa, a conversa com o embaixador argentino foi rápida, mas objetiva. Ele reforçou o desejo de aumentar a interlocução com o país vizinho. “Santa Catarina tem muito a oferecer, assim como a Argentina. Colocamos assuntos importantes, entre eles a abertura do consulado em Chapecó e a questão da aduana. Acredito que o embaixador saiu bastante impressionado e nossos objetivos para essa rodada de conversa foi plenamente atingido”.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.