Fimusi de Irani será realizado com apresentações exibidas através de vídeos

Festival da canção acontece entre os dias 9 e 12 de setembro e o público poderá assistir de casa

Por Oeste Mais

28/08/2020 16h45 - Atualizado em 28/08/2020 16h48



A pandemia do coronavírus tem mudado muita coisa e impedido a realização de muitas atividades e eventos, mas alguns, através de uma logística diferente, estão acontecendo. É o caso do Fimusi de Irani, que vai ser realizado, mas com apresentações gravadas e exibidas em vídeo. Esta será a 30ª edição do evento, que acontece entre os dias 9 e 12 de setembro. As inscrições seguem abertas até domingo, dia 30.

 

A diretora de Cultura de Irani, Luciani Oliveira, destacou que o Fimusi é um dos festivais mais tradicionais da região Sul do país e a prefeitura decidiu que ele deveria ser realizado. “É um desafio, mas este festival já revelou inúmeros talentos e entendemos que tem que ser realizado. 



É também o principal evento no mês de aniversário de Irani”, destacou. “Precisamos nos adaptar a nova realidade e nesta ano o evento será marcado por essa transformação na forma da realização”, adiantou Luciani.

 

Como a pandemia impede a aglomeração de pessoas, os organizadores mudaram toda a logística para garantir a edição de 2020. Ao invés de público em um local específico e apresentações em um palco, os intérpretes inscritos vão mandar vídeos e eles serão exibidos via Facebook e Youtube, nas páginas “Fimusi Irani”. As transmissões serão feitas sempre à noite.

 

O Festival vai distribuir R$ 14 mil em premiações. “Teremos as categorias, infantil, juvenil, popular, nativista e sertaneja, além do gospel onde se apresentam somente interpretes de Irani. As inscrições podem ser realizadas até domingo no site. O regulamento completo também está na página. Informações podem ser obtidas através do e-mail fimusi20@gmail.com ou pelo (49) 3432-3208”, finaliza a diretora de Cultura. 

Com informações da Rádio Aliança


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.