Vendas de ivermectina em junho de 2020 superam as feitas no ano passado inteiro

Mercado farmacêutico vendeu cerca de 8,6 milhões de caixas de ivermectina em um mês

Por Oeste Mais

31/07/2020 14h23 - Atualizado em 31/07/2020 14h23


Só no mês de junho, o mercado farmacêutico vendeu cerca de 8,6 milhões de caixas de ivermectina. Isso representa uma variação percentual de 1222% se comparado as 650 mil vendidas no mesmo mês de 2019.

 

O volume de junho de 2020 é maior que as vendas somadas de todo ano de 2019, de cerca de 8,2 milhões de caixas. Em 2020, o total já ultrapassou 16,8 milhões.

 

Os dados são da consultoria especializada em saúde IQVIA, em levantamento disponibilizado pelo Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos) e pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF).

 

Pandemia

 

Entre os meses de 2020 a maior variação ocorreu de março a abril, de 820 mil caixas para dois milhões, aumento de 149%, mas continuou subindo nos meses seguintes: 82% de abril a maio, e 132% de maio a junho.

 

Sem eficácia comprovada contra a Covid-19, a ivermectina é um vermífugo que vem sendo distribuído por prefeituras e planos de saúde, e é consumido pela população de forma preventiva ou como suposto tratamento para eventuais sintomas.

 

Nos cinco primeiros meses de 2020, a prescrição médica da ivermectina aumentou 1.921% em comparação com o mesmo período de 2019, segundo levantamento do CFF.

 

O presidente do Conselho, Walter da Silva Jorge João, avalia como positiva a resolução da Anvisa publicada no dia 23 de julho aumentando o controle sobre a compra do medicamento.

 

“Essa busca por remédios [contra a Covid-19] é uma demonstração clara de como o medo está influenciando ainda mais o hábito que já existia na população brasileira de se automedicar”, disse Silva.

Com informações do Diário Catarinense

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.