Motociclista de Maravilha se prepara para dar a volta ao mundo com uma Pop 100

Viagens de Alex Tibola começaram ainda quando ele tinha 18 anos

Por Oeste Mais

30/07/2020 14h32 - Atualizado em 30/07/2020 14h46





O motociclista Alex Tibola, morador de Maravilha, no Oeste, é apaixonado por motociclismo desde a infância. Junto da paixão, vem o desejo de conhecer o mundo com uma moto.

 

Alex contou que, ainda aos 18 anos, já realizava diversas viagens pela América do Sul, e percorreu países como Uruguai, Argentina, Chile, Peru e o próprio Brasil. Há um ano, ele começou a percorrer as estradas junto de uma Honda Pop 100 cilindradas, adquirida principalmente em função da economia.

 

A viagem mais recente, com a Pop 100, foram sete mil quilômetros pelo deserto de Puna, na Argentina. A área de deserto contempla todo o Noroeste argentino e se estende até a região Sul da Bolívia, com altitude de mais de três mil metros, o que torna a condição de sobrevivência no local muito difícil.



O projeto mais ousado em planejamento é uma volta ao mundo pelos cinco continentes com a Pop 100. O motociclista cita que a viagem não tem data, podendo ocorrer dentro de um a três anos.

 

No momento Alex está se preparando com planejamento do roteiro, organização financeira e treinamento físico por meio do ciclismo, já que a bike também vai fazer parte da viagem para economizar recursos.

 

O motociclista, que trabalha com instalação de sistemas de aquecimento solar, programa suas viagens geralmente no final do ano, no período de férias.

 

Tibola afirma que muitas pessoas acabam adiando sonhos, esperando o momento certo, o que acaba não acontecendo. Ele diz que para conseguir realizar um sonho, a exemplo de uma viagem, é necessário enfrentar as condições do clima e usar a moto que se tem disponível.

 

Também como forma de arrecadar recursos, Alex mantém no Instagram, no Facebook e no YouTube com o canal “Crônicas de Viageiro”.








Com informações do Portal Peperi


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.