Michelle Bolsonaro diz que testou negativo para Covid-19; avó segue em estado grave

Primeira-dama fez anúncio do resultado em uma rede social

Por Oeste Mais

12/07/2020 09h01 - Atualizado em 12/07/2020 09h02


A primeira-dama Michelle Bolsonaro afirmou neste sábado, dia 11, por meio de sua conta no Instagram, que ela e as duas filhas testaram negativo nos exames para Covid-19. As três se submeteram ao procedimento após o presidente Jair Bolsonaro ter anunciado que contraiu a doença provocada pelo novo coronavírus.

 

De acordo com a imagem postada na rede social, o exame realizado por Michelle e suas filhas foi o tipo RT – PCR, realizado em pacientes considerados com quadro suspeito ou provável da doença, de acordo com a indicação médica. Conforme os critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS), são esses testes que determinam de forma mais confiável se a pessoa tem ou não Covid-19.

 

Avó está em estado grave

 

A avó da primeira-dama segue intubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Brasília, após um agravamento no quadro de saúde. Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, foi diagnosticada com Covid-19 e está internada desde o dia 1º de julho.

 

A idosa está no Hospital Regional de Santa Maria. Na sexta-feira, dia 10, o Instituto de Gestão Estratégia (Iges-DF) – que administra a unidade da rede pública do Distrito Federal – informou em nota que a paciente "está recebendo toda a assistência necessária".

 

Presidente em isolamento

 

Jair Bolsonaro está sendo acompanhado pela equipe médica da Presidência da República. Desde que recebeu o resultado positivo para covid-19 na terça-feira, dia 7, o presidente mantém isolamento no Palácio do Alvorada, residência oficial, e tem despachado com ministros e outros auxiliares por meio de videoconferência. O presidente também cancelou viagens que estavam previstas esta semana para a Bahia e Minas Gerais.

Com informações da Agência Brasil e do G1

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.